Assista-nos ao vivo as 13:30 de segunda a sexta, na TV Portal Microfone Verdade
Escute online agora



Um homem de 74 anos foi indiciado nesta sexta-feira (06/01) pelo crime de estupro de vulnerável cuja a vítima era sua enteada de nove anos de idade. O caso ocorreu em Xambioá e a 22ª Delegacia da Polícia Civil investigou o crime.

A polícia teve conhecimento do caso por meio da diretora da escola onde a criança estuda, após a professora notar comportamento anormal da vítima. Ao conversar com a criança, para saber o que estava ocorrendo, a menina contou que estava sendo violentada pelo esposo da mãe.

O Conselho Tutelar de Xambioá também foi acionado e agiu de forma rápida, levando a criança para uma casa de acolhimento.

Durante as investigações, as equipes da 22ª DP ouviram testemunhas, a vítima e interrogou o autor do crime. Conforme apurado, o padrasto da criança ingeria bebida alcoólica e ao chegar em casa embriagado se dirigia para a rede onde a criança dormia e passava a tocar na genitália da menor.

Diante dos fatos, com base nas investigações, o indivíduo foi indiciado pelo crime de estupro de vulnerável com base no art. 71 do Código Penal. Com a finalização do inquérito policial, os autos foram remetidos ao Poder Judiciário e ao Ministério Público para a realização das providências legais cabíveis que se fizerem necessárias.

Alerta

O delegado Márcio Lopes, titular da 22ª DP, faz um alerta aos pais e responsáveis para que fiquem atentos e reforcem os cuidados e atenção às crianças e adolescentes a fim de evitar que eles sejam vítimas de abusos sexuais ou outros crimes.

“É muito importante que os pais, familiares, e demais parentes sempre prestem atenção ao comportamento de seus filhos e, ao notar qualquer sinal de mudança repentina, procurem conversar para saber o que está se passando, e, se for o caso, acione imediatamente o Conselho Tutelar ou a Polícia a fim de resguardar a segurança e a dignidade sexual das crianças”, orientou o delegado.

Fonte: AF Notícias


error: Conteúdo Protegido