Assista-nos ao vivo as 13:30 de segunda a sexta, na TV Portal Microfone Verdade
Escute online agora



Um colono de nome não informado pela Polícia Militar foi morto e teve o corpo queimado durante desentendimento originado em uma farra de bebedeira, no Projeto de Assentamento Gameleira, zona rural de Formoso do Araguaia, no sul do Tocantins.

Conforme apurou o PORTALMV, militares do 4º BPM foram deslocados para atender à ocorrência e depararam com uma barbárie. Eles encontraram um corpo humano em chamas e dois suspeitos assistindo na área da casa. Um conseguiu fugir pelos matagais e o outro foi detido.

Inicialmente, o preso confessou que ele, o fugitivo e a vítima estavam consumindo bebidas alcóolicas quando se desentenderam. Em seguida, ele alegou que não se lembrava de como o crime aconteceu.

Na casa da chácara onde a selvageria ocorreu, a PM aprendeu duas armas com munições deflagradas e uma caixa de balas intactas.

O caso foi encaminhado para a CAPC – Central de Atendimento da Polícia Civil – em Gurupi, para os procedimentos cabíveis.

O corpo foi encaminhado para o Instituto Médico Legal onde os exames de necropsia irão indicar se a vítima foi baleada, além de ser carbonizada.

***


error: Conteúdo Protegido