Assista-nos ao vivo as 13:30 de segunda a sexta, na TV Portal Microfone Verdade
Escute online agora



Com a confirmação da morte cerebral do comerciante Ronaldo Amorim de Sousa, 39 anos, nesta terça-feira (29), no Hospital Regional de Araguaína (HRA), fica registrado o segundo caso de fratricídio (irmão matando outro), em 24h, na cidade de Nova Olinda que fica no norte do Tocantins e possui cerca de 12 mil habitantes.

Ronaldo foi ferido na cabeça por seu Hilário Amorim que usou um taco de sinuca para desferir os golpes. Os dois eram sócios de um bar na Avenida Getúlio Vargas e tiveram um desentendimento que culminou com o crime praticado na noite do dia 24 de novembro.

O segundo caso ocorreu na sexta-feira (25), envolvendo um jovem de 28 anos que deu cabo do próprio irmão que atendia pelo prenome de DIVINO, de 36 anos. Completamente transtornado, o mais novo se apossou de um facão e foi ao encontro do mais velho, ocasião que houve a briga que resultou no assassinato.

A Polícia Militar conseguiu prender o autor do segundo homicídio que confessou a autoria do delito. Por sua vez, o primeiro acusado ainda se encontra foragido.

***

 


error: Conteúdo Protegido