Assista-nos ao vivo as 13:30 de segunda a sexta, na TV Portal Microfone Verdade
Escute online agora



O resultado dos exames laboratoriais sobre as causas da morte do jovem Briner de César Bitencourt, de 23 anos, foram concluídos pela Secretaria de Segurança Pública (SSP). O laudo aponta que o jovem teve diversos problemas pulmonares que levaram à sua morte. A informação foi divulgada na noite desta sexta-feira (04/11).

Segundo o laudo, Briner teve tromboembolismo pulmonar, infarto pulmonar, Síndrome da Resposta Inflamatória Sistêmica (SIRS) e pneumonia bacteriana. Parte dos exames precisou ser feito em laboratório forense de Brasília (DF). Ainda conforme informou a nota da SSP, não havia sinais de intoxicação ou de tortura.

Briner passou um ano preso injustamente na Unidade Penal de Palmas (UPP) pelo crime de tráfico de drogas e havia sido inocentado, mas morreu no dia 10 de outubro deste ano depois de passar mal por cerca de duas semanas. O jovem foi levado para a UPA Sul, mas não resistiu. Ele seria solto naquele mesmo dia.

Do AFNotícias 

***


error: Conteúdo Protegido