Assista-nos ao vivo as 13:30 de segunda a sexta, na TV Portal Microfone Verdade
Escute online agora



Mediante investigações intensa, agentes da 2ª Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa de Araguaína, prenderam na tarde de terça-feira (18), o jovem identificado pela reportagem do PORTALMV como Carlos André Moreira, 19 anos, acusado de participação direta no assassinato do motoboy Luciel Araújo Gomes, 19 anos, cujo corpo foi enterrado e encontrado quadro dias depois.

O rapaz foi preso em cumprimento a mandado de prisão temporária por ter sido apontado, durante as investigações, como o principal envolvido na execução e ocultação do cadáver que estava sob um amontoado de lixo e galhadas nos fundos do quintal de uma casa, no Setor Maracanã, em Araguaína.

O entregador Luciel fora visto pela última vez, na noite do dia 24 de setembro último, um sábado, no momento que saia para fazer entrega, provavelmente, no endereço onde foi assassinado. O corpo foi localizado pelos investigadores da DHPP no dia 28, uma quarta-feira. Antes, na segunda-feira, dia 26, a motocicleta da vítima havia sido localizada em uma estrada vicinal no região da Jacubinha.

Prisão, arma e drogas

De acordo com o delegado Breno Eduardo Campos Alves, durante a ação policial que culminou na prisão do acusado, também foram localizados um revólver calibre 38, municiado, e diversas porções de de drogas.

Desse modo, além do cumprimento da ordem judicial, o indivíduo também foi autuado em flagrante por tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo”, disse o delegado.

No momento da prisão, o investigado, que estava no setor Maracanã, não ofereceu resistência, mas tentou se desfazer da arma de fogo, possivelmente utilizada no crime.

“Trata-se de um crime que teve grande repercussão na cidade, uma vez que a vítima Luciel ficou vários dias desaparecida até que seu corpo foi localizado enterrado nos fundos de uma casa no setor Maracanã, o que gerou grande comoção na cidade”, destacou o delegado.

Guerra de facções

Conforme a Polícia Civil, o suspeito confessou o crime. Além dos disparos de arma de fogo, o criminoso ainda tentou arrancar a cabeça da vítima com golpes de faca. O crime teria sido motivado por guerra entre facções criminosas, pois o motoboy estaria fazendo delivery de drogas. O autor é integrante do Comando Vermelho (CV).

Após ser preso, o homem foi levado até a Central de Atendimento da Polícia Civil em Araguaína, onde prestou depoimento, e depois foi recolhido à Unidade Penal.

As investigações terão continuidade para que a Polícia Civil possa elucidar todas as circunstâncias deste crime bárbaro.

***


error: Conteúdo Protegido