Assista-nos ao vivo as 13:30 de segunda a sexta, na TV Portal Microfone Verdade
Escute online agora



Dez torcedores do Colo-Colo do Chile ficaram feridos, dentre eles, oito com fraturas, em decorrência do desabamento de uma estrutura do estádio Monumental, em Santiago, nesta sexta-feira (30). Milhares de pessoas acompanhavam o treino aberto da equipe, que se prepara para o clássico com a Universidad Católica, valendo o título chileno. Ainda não há a informação de vítimas fatais.

Segundo as primeiras informações, a parte do estádio que caiu é o teto da arquibancada conhecida como Cordillera, um dos setores autorizados a receber os torcedores. Conforme o jornal chileno La Tercera, parte da cobertura e marquise cederam por excesso de peso, já que um número considerável de pessoas se posicionou indevidamente no topo da estrutura.

Um vídeo com o momento do acidente rapidamente viralizou nas redes sociais. Nas imagens é possível ver dois grandes letreiros caindo sobre uma parte dos torcedores que estavam nas arquibancadas do Monumental, um dos principais estádios do Chile. Equipes de emergência e os bombeiros foram acionados ao local.

O incidente ocorre na mesma semana em que torcedores da Universidad Católica, atual campeã do torneio nacional, provocaram a interrupção da partida contra a Universidad de Chile pelas quartas de final da Copa Chile, após lançarem fogos de artifício que atingiram o goleiro Martín Parra, gerando um trauma acústico grave do qual ele está se recuperando.

Durante a última temporada, o futebol chileno registrou inúmeros atos de violência perpetrados por torcedores, motivando a Associação Nacional de Futebol Profissional (ANFP) e a Federação Nacional de Futebol (ANFA) a fechar os estádios para as partidas mais perigosas. No entanto, as festas nas arquibancadas são permitidas pelas autoridades, pois foram realizadas em várias ocasiões, com planejamento antecipado em que se estabelece uma capacidade limitada de pessoas.

Do Terra 

***


error: Conteúdo Protegido