Assista-nos ao vivo as 13:30 de segunda a sexta, na TV Portal Microfone Verdade
Escute online agora



Uma desavença de trânsito entre um caçambeiro e um carreteiro por cauda de uma manobra fechada, na tarde de quinta-feira (15), se arrastou por um percurso de 60km até o desfecho de um esfaqueado e parte de uma casa derrubada por um dos veículos.

Conforme apurou a reportagem do PORTALMV, a briga teve início em Formoso do Araguaia no momento que  motorista do caminhão-caçamba não gostou da manobra feita pelo carreteiro e passou a persegui-lo. A confusão terminou em Dueré, que fica a cerca de 60 quilômetros de distância.

Durante o trajeto pela TO-070, o motorista da caçamba teria batido na lateral da carreta para tentar tirá-la da estrada. Quando ambos chegaram a um posto de combustíveis em Dueré, o homem ainda estava muito enfurecido e acelerou para bater na porta da carreta.

Não satisfeito, o caçambeiro desceu de seu veículo e pegou uma barra de ferro para atingir o carreteiro. Nesse momento, vendo que poderia ser morto, o carreteiro pegou um facão e para se defender das agressões, desferiu golpes contra o oponente, que mesmo ferido entrou no caminhão e manobrou com o carreteiro pendurado no retrovisor.

Na tentativa de sair do local, o motorista da caçamba perdeu o controle e derrubou parte de uma casa. Ele foi levado para o Hospital Regional de Gurupi e passa bem.

O carreteiro que usou o facão acabou tendo as mãos e pés amarrados por populares até a chegada dos militares que o conduziram para a Central de Atendimento da Polícia Civil, em Gurupi, onde foi ouvido e liberado.

Ainda de acordo com a polícia, o delegado responsável pelo caso fez a requisição dos exames de lesão corporal no caminhoneiro ferido e solicitou exames toxicológicos.

Em relação ao choque contra a parede da casa, nenhum dos moradores sofreu ferimentos.

***


error: Conteúdo Protegido