Assista-nos ao vivo as 13:30 de segunda a sexta, na TV Portal Microfone Verdade
Escute online agora



A Polícia Federal deflagrou na manhã desta sexta-feira (09), a Operação ‘Venenum’ para cumprir mandados de buscas em dois estados, com finalidade de averiguar contrabando de agrotóxicos no Tocantins.

As investigações começaram depois que a PRF – Polícia Rodoviária Federal – encontrou uma carreta com 13 toneladas de agrotóxicos transportados de forma clandestina, em Gurupi.

Durante as investigações, descobriu-se que o responsável pela contração do carregamento é morador da cidade de Ribeirão Preto (SP) e que a mercadoria saiu de uma fazenda na região de Giruá (RS).

Para colher mais provas, 10 policiais federais cumprem dois mandados de busca e apreensão expedidos pela Justiça Federal em Gurupi, nas cidades de São Paulo e Rio Grande do Sul.

O objetivo é apreender documentos, celulares e outros materiais que possam confirmar os mandantes do crime, pessoas responsáveis pela comercialização e distribuição dos produtos.

A Justiça também determinou o sequestro de bens dos envolvidos, na ordem de R$ 100 mil para garantir uma possível reparação dos prejuízos causados ao meio-ambiente e ao poder público, em caso de condenação.

Se condenados, os investigados poderão responder pelos crimes de contrabando de agrotóxicos, cujas penas somadas podem chegar até nove anos de prisão.

Operação

O nome da operação faz referência ao vocábulo “venenum” que em latim significa veneno.

***


error: Conteúdo Protegido