Assista-nos ao vivo as 13:30 de segunda a sexta, na TV Portal Microfone Verdade
Escute online agora



Um desentendimento supostamente ligado ao consumo de bebidas e outras drogas, resultou em assassinato por volta das 10h da manhã de quinta-feira (8), na Avenida Engenheiro Luiz Cruls, no Setor Jardim Brasília, em Porto Nacional.

Conforme apurou o PORTALMV, cinco homens em visível estado de embriaguez se encontravam na quadra de esportes próximo da Escola Municipal Divino Espírito Santo, ocasião em que ocorreu uma desavença entre o servente de pedreiro identificado por nossa reportagem como Jovânio Ribeira da Silva, 44 anos; e o auxiliar de mecânico Carlos da Conceição Sales, 46 anos, ambos residentes nas proximidades.

De acordo com informações de populares, em meio ao bate-boca com ameaças e xingamentos, Carlos sacou um revólver calibre 38, efetuou um disparo na testa de Jovânio e fugiu. Moradores das imediações acionaram o Corpo de Bombeiros que fez os primeiros atendimentos e conduziu a vítima para o Hospital Regional de Porto Nacional onde faleceu pouco tempo depois.

Prisão em flagrante

Em ação rápida e resolutiva, uma guarnição do 5º BPM chegou ao local e levantou informações precisas no sentido de localizar o autor e prendê-lo em flagrante por tentativa de homicídio que mais tarde foi convertida em homicídio porque a vítima não resistiu.

Questionado pelos militares sobre a arma do crime, Carlos afirmou que jogou no Rio Tocantins. Ele foi autuado pelo delegado de Plantão Roberto Assis de Oliveira por homicídio qualificado por motivo fútil.

A origem da confusão que culminou com o assassinato ainda é desconhecida. As investigações já estão em andamento por parte da equipe da 7ª DEIC – Divisão Especializada de Repressão ao Crime Organizado – à frente o delegado Túlio Pereira Motta, que também responde pela 6ª DRPC – Delegacia Regional da Polícia Civil – em Porto Nacional.

 

***


error: Conteúdo Protegido