Assista-nos ao vivo as 13:30 de segunda a sexta, na TV Portal Microfone Verdade
Escute online agora



Com centenas de projetos de lei aprovados no parlamento tocantinense e apresentando novas propostas para continuar lutando pela melhoria na qualidade de vida da população, o deputado estadual Jorge Frederico tem se notabilizado em todos os municípios por onde passa.

Pela brilhante atuação até agora na Assembleia Legislativa e defendendo novos desafios importante para o estado, o parlamentar atraiu a atenção de empresários e lideranças políticas e classistas de Porto Nacional e surge com possibilidade de obter uma excelente votação na capital da cultura tocantinense.

Reunião

Para ganhar mais capilaridade na busca pela reeleição, na noite de terça-feira (30), Jorge Frederico participou de uma grande reunião na sede do Sindicato dos Comerciários para expor suas propostas e ouvir o “TMJ” das lideranças e populares que lotaram o auditório.

Entre as personalidades mais conhecidas e atuantes no município, estavam o empresário e ex-secretário de esportes Edioney Núnes; empresário supermercadista Paulo Gomes (Paullo Supermercado); ex-vereador e atual suplente Henrique dos Comerciários; ex-candidato a vereador e ex-secretário executivo do município Metom Borges e outros líderes de classe e comerciantes focados na ideia de constituir um novo grupo político em Porto Nacional.

Campeão de projetos

O deputado estadual Jorge Frederico é chamado de campeão de proposituras aprovadas na ALETO transformadas em leis, como por exemplo, o fim da taxa de renovação da CNH para idosos; o fim do ICMS nas contas de luz para alunos da APAE; e o direito dos alunos com deficiência estudarem perto de casa; além das leis de proteção aos animais e o fim dos radares escondidos.

Propostas

Em Porto Nacional, Jorge Frederico ressaltou que precisa de da renovação do mandado para avançar com novos projetos, dentre eles, TO Habilitado, que garante a habilitação aos jovens recém-saídos do ensino médio; Programa de Trabalho e Aprendizagem para jovens aprendizes com o foco em adolescentes a partir de 14 anos; e o Programa de energia solar para aqueles que pagam até 400 reais de conta de luz.

Da Ascom

***


error: Conteúdo Protegido