Assista-nos ao vivo as 13:30 de segunda a sexta, na TV Portal Microfone Verdade
Escute online agora



A onda de violência que eclodiu na noite de domingo (21), em Palmas, parece que teve outros desdobramentos, notadamente, relacionados às mensagens assustadoras que foram divulgadas pelas redes sociais.

Em menos de 48h posteriores aos avisos de possíveis execuções ligadas à rivalidade entre duas facções criminosas bastante conhecidas, dois corpos queimados e com membros amarrados foram encontrados nos arredores do perímetro urbano da capital do Tocantins.

O primeiro foi achado num terreno baldio, em Luzimangues, que, apesar de ser município de Porto Nacional, fica colado com o lago de Palmas. Conforme informações checadas pelo PORTALMV, o cadáver é do lavador de carros conhecido por LUCAS DO LAVA-JATO, 27 anos, que teria sido sequestrado por três homens na noite de sábado (20) e era dado como desparecido.

Populares afirmaram que ele já havia puxado cadeia e tinha envolvimento com pessoas ligadas ao tráfico de drogas.

Na manhã desta terça-feira (23), o segundo homem amarrado e queimado foi encontrado numa vicinal perto da Praia do Prata, entre a orla e o plano diretor sul da capital.

Os restos mortais foram recolhidos pela equipe do IML depois dos levantamentos periciais realizados pela Polícia Científica.

As investigações estão sendo conduzidas pela DHPP – Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa. No momento, os investigadores admitem a possibilidade de ligação entre as duas execuções que foram protagonizadas de forma semelhante, supostamente, por um tribunal do crime.

VIDEO/Enviado por internauta: corpo encontrado na manhã de terça-feira (23), em vicinal próximo à Praia do Prata

 

***


error: Conteúdo Protegido