Assista-nos ao vivo as 13:30 de segunda a sexta, na TV Portal Microfone Verdade
Escute online agora



A Prefeitura de Gurupi comunicou, neste sábado (20), que a greve dos professores da rede municipal de ensino foi suspensa por ordem da Justiça. O movimento grevista havia sido deflagrado na última quarta-feira (17).

Em nota, a prefeitura disse esperar que as aulas sejam retomadas assim que os representantes do movimento forem notificados. A rede municipal tem cerca de 8 mil alunos.

Segundo a prefeitura, o Tribunal de Justiça do Estado (TJTO) entendeu que a greve é ilegal e suspendeu o movimento levando em consideração que os dias letivos perdidos durante a paralisação prejudicariam o desenvolvimento das competências e habilidades dos estudantes, sobretudo com o agravamento da situação decorrente da pandemia da Covid-19.

A categoria reivindica a aplicação do reajuste do piso na carreira do magistério conforme determina a lei do Plano Municipal de Cargos, Carreira e Remuneração (PCCR) da educação municipal. O reajuste para este ano de 2022 foi de 33,24%.

Segundo o Sintet, desde a publicação da portaria do Ministério da Educação (MEC), em fevereiro de 2022, a categoria vem lutando junto à gestão da prefeita Josi Nunes pela aplicação do reajuste.

“Até o momento, a direção do Sintet Regional de Gurupi não recebeu nenhuma proposta da Secretaria Municipal de Educação sobre o reajuste do piso e a categoria vê como descaso da gestão com a educação”, disse a presidente do Sintet Regional de Gurupi, Gabriela Zanina.

Por outro lado, a Prefeitura de Gurupi disse que sempre manteve o diálogo com a categoria e que continuará atuando em prol da valorização dos servidores públicos municipais.

O Sintet disse que ainda não foi notificado da decisão e, por isso, a greve continua.

Do AFNotícias 

***


error: Conteúdo Protegido