Assista-nos ao vivo as 13:30 de segunda a sexta, na TV Portal Microfone Verdade
Escute online agora


Serra a ser explorada / Foto: Tharson Lopes/Estado do Tocantins

A empresa canadense Serra Alta Mineração pretende investir cerca de R$ 1 bilhão na mineração de ouro em Monte do Carmo (TO) até o início das suas atividades, que está previsto para 2025, e gerar cerca de 800 empregos diretos, segundo o Governo do Tocantins.

O Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins), a Agência de Mineração do Estado (Ameto), o Instituto de Terras do Tocantins (Itertins) e a Secretaria de Estado da Indústria, Comércio e Serviços (Sics) estão trabalhando para viabilizar o empreendimento.

O presidente da Ameto, Mauro Mota, comentou um pouco mais sobre os órgãos estaduais serem os principais parceiros para facilitar a aproximação da mineradora com os serviços públicos do estado.

“Também repassamos as informações que existem. Somos muito antenados com a Agência Nacional de Mineração, com o Ministério de Minas e Energia, com os órgãos de controle, os serviços geológicos, entre outros parceiros. Nosso interesse maior é estreitar essa relação, que tem que existir entre a empresa e o serviço público”, afirmou.

Cidade de Monte do Carmo

Questionado sobre a escolha da região, o diretor de operações da empresa canadense, Kurt Herwing, pontua que se deve à natureza geológica do local. “A Serra do Carmo tem histórico, desde a época dos bandeirantes, de produção de ouro. À medida em que se procura ambientes geológicos que podem ser férteis para a produção de metais em geral, e no nosso caso especificamente o ouro, identificou-se, na história de Monte do Carmo, a existência de seculares garimpos e também a oportunidade de uma pequena empresa que estava instalada aqui nos oferecendo as propriedades minerais, foi isso que nos trouxe para cá“, destacou.

Ainda conforme Kurt, a ideia é dar início às atividades de implantação no segundo trimestre de 2023 e, um ano e meio depois, começar a mineração de fato. Em relação a valores, o diretor financeiro da empresa, Lucas Calmon, estima um investimento total de US$ 200 milhões, cerca de R$ 1 bilhão. Até o presente momento, Serra Alta Mineração já injetou um total de R$ 133 milhões na economia local.

 

Do AFNotícias 

***


error: Conteúdo Protegido