Assista-nos ao vivo as 13:30 de segunda a sexta, na TV Portal Microfone Verdade
Escute online agora



Em 2018, Jair Bolsonaro (então no PSL, hoje no PL) foi o campeão de votos em 17 estados no primeiro turno. Enquanto isso, o candidato do PT, Fernando Haddad, venceu em nove estados, e Ciro Gomes (PDT), em um: seu berço eleitoral, o Ceará.

Amazonas e Minas Gerais, que estavam com Bolsonaro nas eleições passadas, agora estão pró-PT. Segundo maior colégio eleitoral do país, Minas é um estado-chave, porque, desde 1989, o presidente eleito saiu vitorioso no estado.

Lula lidera em 13 estados
Já Lula lidera em 13 unidades da Federação. Um desses estados em que o petista conquistou terreno foi São Paulo: hoje ele tem 43% das intenções de voto, ante 30% de Bolsonaro, segundo o mais recente levantamento do Datafolha, realizado entre 28 e 30 de junho. Nas últimas eleições, o maior colégio eleitoral deu a Bolsonaro 53% dos votos em primeiro turno e apenas 16,42% ao ex-prefeito Fernando Haddad.O Ceará de Ciro Gomes agora apresenta tendência lulista, e o pedetista fica em terceira posição, atrás também de Bolsonaro, de acordo com as projeções.Empatados

Estados sem pesquisas 
Amapá, Pará e Rondônia não tiveram pesquisas locais para presidente da República registradas na Justiça Eleitoral em 2022. Também não foram encontrados registros de levantamentos para o Executivo federal no Tocantins.Institutos e pesquisas 
Para o levantamento, o Metrópoles considerou as consultas mais recentes realizadas pelos seguintes institutos: Datafolha, Quaest, Idea e Paraná Pesquisas, todas com registro no Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Em alguns estados das regiões Norte e Nordeste não são aplicadas pesquisas por grandes institutos; portanto, foram utilizados levantamentos locais com registro na Justiça Eleitoral. Em todos os casos, consideraram-se as respostas às perguntas estimuladas — quando é apresentada ao eleitor uma lista de nomes.

Como foram consideradas as pesquisas recentes, e não um agregador de pesquisas, pode haver distorções. Agregadores se atentam à média de todos os levantamentos sobre a distribuição das intenções de voto em cada estado, o que contorna variações nos resultados regionais motivadas por diferentes margens de erro.

Os levantamentos analisados são aqueles com resultados publicizados até a última sexta-feira (15/7).

Veja abaixo as informações sobre as pesquisas:

Acre: AC-04020/2022
Alagoas: BR-00617/2022
Amapá: sem pesquisa divulgada de maio a julho de 2022.
Amazonas: AM-08346/2022
Bahia: BA-05185/2022 e BR-03146/2022
Ceará: BR-01705/2022
Distrito Federal: DF-04171/2022 e BR-09578/2022
Espírito Santo: ES-07066/2022 e BR‐03442/2022
Goiás: GO-02114/2022 e BR-09554/2022
Maranhão: MA-01386/2022
Mato Grosso: MT-00632/2022
Mato Grosso do Sul: MS-02344/2022 e BR-05621/2022
Minas Gerais: BR-01100/2022
Pará: sem pesquisa divulgada no período de maio a junho de 2022.
Paraíba: PB-08632/2022 e BR-01994/2022
Paraná: PR-03374/2022 e BR-06776/2022
Pernambuco: PE-01527/2022 e BR-3176/2022
Piauí: PI-01689/2022 e BR-03476/2022
Rio de Janeiro: RJ-05160/2022 e BR-04560/2022
Rio Grande do Norte: RN-08156/2022 e BR-02428/2022
Rio Grande do Sul: RS-07079/2022 e BR-08027/2022
Rondônia: sem pesquisa divulgada no período de maio a junho de 2022.
Roraima: BR-06127/2022
Santa Catarina: BR-02099/2022
São Paulo: SP-02523/2022 e BR-01822/2022
Sergipe: SE-02309/2022
Tocantins: sem pesquisa divulgada no período de maio a junho de 2022.

 

Do Metrópoles 

***


error: Conteúdo Protegido