Assista-nos ao vivo as 13:30 de segunda a sexta, na TV Portal Microfone Verdade
Escute online agora


Programa Jovem Trabalhador / Foto: Angélica Lima

O Estado do Tocantins publicou no Diário Oficial (DOE) desta sexta-feira (8), o extrato de contratação da Rede Nacional de Aprendizagem, Promoção Social e Integração (Renapsi) para dar continuidade à execução do Projeto Jovem Trabalhador.

O contrato de trabalho será de até 24 meses e os selecionados atuarão nos órgãos que compõem a administração direta e indireta do Estado do Tocantins, sendo remunerados com um salário mínimo-hora proporcional, além de receberem auxílio-transporte.

O Governo havia contratado, sem licitação, a Fundação Luís Eduardo Magalhães, da Bahia, mas acabou rescindindo o contrato unilateralmente após questionamentos na Justiça e no TCE-TO. O valor do contrato era de R$ 107,2 milhões para recrutamento de 6 mil jovens.

O valor do novo contrato, com a Renapsi, permaneceu o mesmo, porém, para recrutar a metade do número previsto anteriormente.

A continuidade da execução do recurso destinado ao Projeto foi aprovada pelo conselho diretor do Fundo Estadual de Combate e Erradicação da Pobreza (Fecoep). A resolução com a decisão também foi publicada no DOE desta sexta-feira.

O secretário do Trabalho e Desenvolvimento Social (Setas), Zorivan Monteiro, explicou que o Projeto é gerido pela pasta e tem a parceria com diversos outros órgãos e entidades do Poder Executivo Estadual.

“A situação dos adolescentes e jovens requer atenção do Estado, especialmente daqueles em condições de vulnerabilidade, agravado por algumas situações de exploração do trabalho infantil e da pouca oferta de acesso ao mercado de trabalho. [Por isso estamos] gerando oportunidade e o primeiro emprego para muitos jovens tocantinenses”, afirmou.

Renapsi

A Renapsi é uma organização da sociedade civil que atua em todo território brasileiro como executora e agente articulador de entidades que têm como vocação atividades socioassistenciais voltadas a crianças, jovens e adultos, principalmente àqueles em situação de vulnerabilidade e/ou risco social.

 

Do AFNotícias 

***

 

 


error: Conteúdo Protegido