Assista-nos ao vivo as 13:30 de segunda a sexta, na TV Portal Microfone Verdade
Escute online agora



Uma Medida Provisória (MP) publicada no Diário Oficial do Estado (DOE) dá continuidade ao Programa Social Vale-Gás com o objetivo de atender 28.379 mil famílias tocantinenses em situação de vulnerabilidade social. Na primeira etapa, foram atendidas mais de 4 mil famílias em 52 municípios.

Inicialmente, o programa iria durar enquanto permanecesse o estado de calamidade pública provocado pela pandemia da Covid-19. Porém, o ato foi revogado por meio do Decreto nº 6.456, de 31 de maio de 2022.

O secretário de Estado do Trabalho e Desenvolvimento Social, Zorivan Monteiro, afirmou que apesar da revogação da declaração de calamidade pública, as famílias vulneráveis, alvo do programa, ainda permanecem social e economicamente afetadas pela crise.

“No âmbito do estado, 52 municípios foram atendidos pelo Programa Vale-Gás, o que representa 37% dos municípios. Isso significa que as outras 87 cidades do estado ainda não foram beneficiadas. Neste sentido, constitui compromisso do Governo do Tocantins promover a proteção social dessas pessoas, articulando o referido benefício com outras ações da política de assistência social e trabalho que promovam a autonomia e a inclusão social“, explicou.

Já a secretária executiva da Secretaria de Estado do Trabalho e Desenvolvimento Social (Setas), Simone Brito, destacou que a manutenção do Vale-Gás se revela necessária para promover as condições mínimas de dignidade a pessoas que estão em situação de fragilidade social agravada pela pandemia.

Outras informações sobre o programa podem ser obtidas pelo site: https://valegas.to.gov.br. Caso o usuário não tenha acesso à internet, pode procurar o Centro de Referência de Assistência Social (Cras) do seu município.

Vale-Gás

O Programa Vale-Gás é uma iniciativa do Governo do Tocantins, por meio da Setas, como uma das estratégias para o enfrentamento das consequências oriundas da pandemia da Covid-19 que afetou especialmente a população mais carente, reduzindo significativamente a capacidade da geração de renda das famílias.

A iniciativa visa conceder acesso à recarga de gás de cozinha (tipo GLP de 13 Kg) para 28.379 famílias tocantinenses em situação de vulnerabilidade social.

Do AFNotícias 

***


error: Conteúdo Protegido