Assista-nos ao vivo as 13:30 de segunda a sexta, na TV Portal Microfone Verdade
Escute online agora



Foi concluído e remetido à justiça na sexta-feira (10), o inquérito policial instaurado pelo delegado Túlio Pereira Motta, titular da 7ª DEIC – Divisão Especializada de Repressão ao Crime Organizado, em Porto Nacional, para apurar o assassinato do auxiliar de produção Mário Luiz Martins Cerqueira, 3 anos, ocorrido no final da tarde do dia 09 de abril último, em uma Distribuidora de Bebidas, no Setor Novo Planalto.

Seis testemunhas foram arroladas e ouvidas pela autoridade policial que identificou o motivo fútil pelo qual o crime foi praticado.

Quatro dias depois do assassinato, o acusado que a nossa reportagem conseguiu identificar como sendo o mecânico Thales Carvalho de Souza, 30 anos, se apresentou ao delegado e alegou que agiu em legítima defesa.

Com as imagens do circuito interno de vídeo e outros levantamentos investigativos, a autoridade policial rechaçou as alegações do autor e o enquadrou por homicídio qualificado.

A arma do crime, provavelmente um canivete que o autor tira do bolso para matar o oponente, não foi encontrada. Ele alegou que perdeu.

REVEJA

Briga por lugar em fila de distribuidora de bebidas culmina com assassinato em Porto Nacional; vídeo

Homem acusado de homicídio em distribuidora de bebidas se apresenta, presta depoimento e fica em liberdade

 

***


error: Conteúdo Protegido