Assista-nos ao vivo as 13:30 de segunda a sexta, na TV Portal Microfone Verdade
Escute online agora

Espalhe essa notícia

A motivação direta do assassinato do corretor de imóveis Ricardo Franklin Rodrigues de Carvalho, RICARDO COWBOY, ainda é uma verdadeira incógnita para os investigadores da Polícia Civil, em Porto Nacional.

Na noite de domingo (16), duas horas depois do crime ocorrido no campo de futebol do Setor Imperial, as primeiras informações, mesmo conturbadas, apontavam três pistas a serem seguidas.

A primeira que veio à tona assim que houve o homicídio, indica uma suposta agressão física com tapa na cara do oponente durante uma rápida discussão no local. O homem teria saído e voltado armado para praticar o crime à traição.

A Segunda hipótese remete à uma desavença ocorrida num bloco de quitinetes sob a responsabilidade de Ricardo, ocasião em que foram registradas agressões físicas e ameaças entre ele e outro homem.

E a terceira via de averiguações direciona-se para uma possível motivação passional, em que o suspeito recém-separado estaria ameaçando e seguindo Ricardo por estar dando em cima da ex-companheira.

Os investigadores da 7ª DEIC – Divisão de Repressão ao Crime Organizado – estão em buscas de mais informações e preferiram não comentar sobre essas pistas alegando que trabalham em sigilo para não comprometer o avanço dos levantamentos.

 

***


Espalhe essa notícia
error: Conteúdo Protegido