Assista-nos ao vivo as 13:30 de segunda a sexta, na TV Portal Microfone Verdade
Escute online agora

Espalhe essa notícia

Por Laiane Vilanova/Governo do Tocantins

Na manhã desta terça-feira, 28, o governador em exercício do Estado do Tocantins, Wanderlei Barbosa, visitou a região da cidade de Miracema do Tocantins, atingida pela cheia do Rio Tocantins e acompanhou de perto o trabalho da Defesa Civil Estadual e do Corpo de Bombeiros. Na ocasião, o gestor determinou a distribuição de cestas básicas às famílias impactadas pelas cheias dos rios e a rápida atuação da Agência Tocantinense de Transporte e Obras (Ageto), para minimizar os danos causados pelas chuvas à infraestrutura de estradas e pontes. As determinações também se estendem aos municípios de Paranã e Peixe.

“Nós tivemos algumas pontes que tiveram problemas nos aterros, mas já tomamos providências com a Ageto e vamos continuar vigilantes diariamente, por meio da Defesa Civil e das nossas forças de segurança”, destacou o governador Wanderlei Barbosa.

Até o momento, 78 pessoas dos municípios citados precisaram ser retiradas de suas casas e levadas para alojamentos temporários ou casas de parentes, como medida de segurança. O governador Wanderlei Barbosa ressaltou ainda que trabalha dando apoio aos municípios para uma resposta mais ágil às demandas. “Nós estaremos à disposição da população e dos prefeitos atuando de maneira conjunta, com orientações da Defesa Civil e, caso seja preciso fazer algum socorro imediato, nós estamos preparados”, frisou.

Monitoramento

Na última segunda-feira, 27, o nível do Rio Tocantins já havia baixado cerca de 30 cm. O diretor executivo da Defesa Civil Estadual, major Alex Matos Fernandes, destacou que o órgão monitora a vazão dos rios e das hidrelétricas durante todo o dia. “Nas últimas horas, nós observamos que o volume do rio e a vazão das hidrelétricas estão estáveis. Aqui em Miracema, foi percebida também uma diminuição no volume e nós esperamos que, nos próximos dias, as coisas voltem à normalidade”, informou.

Ainda segundo o major Matos, nos municípios de Aliança, São Valério e Peixe, a vazão do rio tem diminuído e alguns municípios como Pedro Afonso, Tupirama e Esperantina estão sob monitoramento para que, em caso de necessidade, a equipe da Defesa Civil possa atuar de maneira mais rápida. “A gente tem previsão de chuva para os próximos dias, porém, o alerta de chuva, que no sábado estava laranja, baixou para amarelo. Com isso, o volume de chuva será menor, os rios não receberão tanta água e assim voltaremos à normalidade”, frisou.

Quanto à abertura de comportas das hidrelétricas, o major Matos informou que a ação é realizada de forma controlada para garantir a segurança dos moradores da região. “Sem as hidrelétricas, o volume do rio não era controlado; e com a hidrelétrica, nós temos esse controle. Quando há um excesso de água, como o registrado nos últimos dias por conta das chuvas, e é necessário abrir as comportas, a população local é avisada previamente sobre o aumento no volume do rio, mas mesmo este volume é controlado para que a população não seja colocada em risco. Essa ação é um procedimento normal nas hidrelétricas e é essencial para evitar enchentes, por exemplo”.

Ações para reparo na infraestrutura de pontes e estradas também foram determinadas pelo Governo do Tocantins à Ageto – Antônio Gonçalves/Governo do Tocantins
FOTOS: Antonio Gonçalves
***


Espalhe essa notícia
error: Conteúdo Protegido