Escute a rádio online agora:

No final da tarde de segunda-feira (27), ocorreu uma troca de tiros entre militares da Força Tática da PM e dois homens acusados de envolvimento em assaltos na região de Araguaína, no norte do Tocantins.

Durante o confronto registrado na BR-153, perímetro urbano de Wanderlância, o detendo que usava tornozeleira eletrônica identificado como Adriano Pereira da Cruz, 33 anos, foi alvejado e não resistiu. O comparsa dele, ainda não identificado conseguiu fugir. A viatura atingida com um disparo, mas, nenhum policial foi ferido.

Versão da PM

A Polícia Militar informou que a equipe da FT do 2º BPM, fazia patrulhamento pela zona rural de Araguaína, por volta das 18h, quando avistou a dupla em uma moto trafegando pela BR-153 em atitude suspeita. Durante consulta aos sistemas da polícia foi verificado que a moto tinha registro de roubo.

Naquele momento, a guarnição iniciou o acompanhamento tático com uso de sinais sonoros e luminosos, mas os homens não atenderam a ordem de parada e fugiram em alta velocidade.

Próximo de Wanderlândia os suspeitos caíram da moto, abandonaram o veículo e fugiram para um matagal enquanto atiravam contra a viatura da polícia. Os militares foram atrás dos criminosos e uma nova troca de tiros aconteceu.

Adriano Pereira foi baleado e morreu no local. Uma equipe de saúde de Wanderlândia ainda foi chamada para prestar socorro, mas apenas constatou a morte. A Polícia Científica realizou a perícia e depois o corpo foi recolhido pelo Instituto Médico legal (IML).

A PM ainda fez buscas pelo local, mas não conseguiu localizar o segundo suspeito. Uma arma de fogo foi apreendida e o caso repassado para a Polícia Civil.

Fotos: Enviadas por internautas.