Assista-nos ao vivo as 13:30 de segunda a sexta, na TV Portal Microfone Verdade
Escute online agora



O prefeito do município de São Miguel do Tocantins, Alberto Moreira (SD), e o presidente da Câmara de Vereadores da cidade, Renildo Alves Silva (PL), foram flagrados participando de uma festa com centenas de pessoas na noite do último sábado (29).

As autoridades políticas do município e muitos participantes da farra não estavam usando máscara de proteção nem respeitavam as regras de distanciamento social.

O flagrante ocorreu após o prefeito ter anunciado na última semana que implantaria uma barreira sanitária na divisa do Tocantins com o Maranhão em busca de evitar a entrada da variante indiana da covid-19 no município.

Com mais de 12 mil habitantes, São Miguel do Tocantins fica na região do Bico do Papagaio e faz divisa com a cidade de Imperatriz (MA).

O prefeito confirmou ao site Gazeta do Cerrado que participou no evento, mas tentou minimizar sua conduta alegando que não houve negligência no atendimento aos pacientes com covid-19 no município.

“Menos de 0,2% da população foi atingida pelo vírus aqui na nossa cidade. Temos um protocolo de medicamentos que salva vidas. Não podemos deixar os donos de bares e casas de eventos há dois anos sem trabalhar. Já estamos organizando para abrir as escolas e tudo voltar ao normal. Todos os pacientes que procuraram atendimento na hora certa foram curados. Estou rígido pra não faltar medicamentos”, justificou.

O AF Notícias não conseguiu contato com o vereador Renildo Alves, presidente da Câmara. O espaço segue aberto.

São Miguel do Tocantins contabiliza 590 casos de covid-19 e 14 mortes causadas por complicações da doença, segundo o Integra Saúde, portal que é atualizado diariamente pela Secretaria de Estado da Saúde (SES).

MORTES DE PREFEITOS

Três prefeitos tocantinenses já perderam a vida para a covid-19.

O primeiro óbito foi em julho de 2020. O prefeito de Araguanã, Hernandes Neves de Brito (DEM), faleceu aos 54 anos após passar vários dias internado em um hospital de Araguaína. Ele tinha 54 anos.

Prefeito de Nova Olinda, Temis Domingos (PSD) morreu em abril aos 50 anos. Já no dia 13 de maio, João Carlos Botelho (PSD), prefeito de Dois Irmãos, morreu aos 57 anos.

Fonte: AFNoticias
Crédito de imagem: No final da semana passada, o prefeito anunciou que irá implantar barreiras sanitárias no município / Foto: Divulgação


error: Conteúdo Protegido