Assista-nos ao vivo as 13:30 de segunda a sexta, na TV Portal Microfone Verdade
Escute online agora

Espalhe essa notícia

Por Marimar Aiala

“É necessário dar condições urgentes de tráfego aos veículos e caminhões que circulam pelas rodovias tocantinenses que estão em estado crítico de trafegabilidade” – assim reclamou o Dep. Professor Júnior Geo (PROS), durante pronunciamento, na tribuna da Assembleia Legislativa, nesta terça-feira, 11 de maio.

Só 50 km?

De acordo com o Professor Júnior Geo, “Os municípios de Lizarda, Recursolândia e Centenário são cidades que estão isoladas por falta de pavimentação de suas estradas e tudo fica mais difícil para a própria população” –  argumenta o deputado, enfatizando que “depois de tanto tempo sofrendo com buracos  na da TO-247, por que a  pavimentação será de penas 50 km?  Até quando esses municípios ficarão isolados? É preciso pavimentar todos os acessos do nosso maior polo de ecoturismo que é o Jalapão” – insistiu o professor Júnior Geo.

Poeira e lama

Prometido pelos governos, há muito tempo, sem, no entanto, nunca ter sido realizado o asfaltamento, o trecho de 34 km da TO-432, entre Itacajá e o entroncamento com a TO-010, passando pelo povoado de Donzela, até hoje continua com a poeira na seca e a lama nas chuvas. “É preciso pavimentar esse trecho” – afirma Geo.

Buracos

Outra rodovia estadual que precisa com urgência de reparos é a TO-348, que Luzimangues à Barrolândia. “É um trecho pequeno que tem muitos buracos e está difícil trafegar por lá” – acrescenta o parlamentar.

Safra

A TO-050 e a BR -010 são também rodovias com diversos trechos críticos. Requerimento do deputado Professor Júnior Geo foi apresentado, em regime de urgência, para que tanto o Governo Estadual, quanto o Governo Federal possam agir e reconstruir o asfalto muito danificado, sobretudo, entre Porto Nacional e Silvanópolis, “onde os caminhoneiros sofrem muito para transportar a produção agrícola da região” – conclui o parlamentar, requerendo ação rápida por parte do governo.

 

 

***


Espalhe essa notícia
error: Conteúdo Protegido