Assista-nos ao vivo as 13:30 de segunda a sexta, na TV Portal Microfone Verdade
Escute online agora

Espalhe essa notícia

O superintendente do Sebrae Tocantins, Moisés Gomes, apresentou na sexta-feira (23) o projeto Força Mulher para a diretora do Senai-TO, Márcia Rodrigues. O projeto é uma solução inovadora ofertada pelo Sebrae aos municípios, visando a inclusão produtiva de mulheres em estado de vulnerabilidade como alternativa para vencer a crise econômica agravada pela pandemia.

“O auxílio emergencial acabará em 30 de junho deste ano. Empreender é a saída para a estimular a criação de pequenos negócios e gerar emprego e renda, para fortalecer a economia dos municípios. O Sebrae apoiará os CRAS dos municípios na motivação e capacitação das mulheres para abrirem seus negócios, com segurança”, afirmou o superintendente

De acordo com a diretora Márcia Rodrigues, o Senai agregará valor às capacitações, com as oficinas sócio-profissionalizantes, aplicando cursos alinhados às vocações econômicas de cada cidade contemplada com o projeto Força Mulher. “O Sistema S precisa estar sempre alinhado para oferecer o que há de melhor às mulheres do Tocantins, visando o empoderamento e a independência financeira das participantes das capacitações”, pontuou.

Sobre o Força Mulher

O Projeto Força Mulher é uma solução ofertada aos municípios do Tocantins, que visa a inclusão produtiva das mulheres em situação de vulnerabilidade, por meio do empreendedorismo. Contemplará a abordagem das mulheres por meio dos CRAS municipais e a oferta de consultoria, capacitação empreendedora e profissionalizante, apoio na articulação para acesso ao mercado e ao crédito.

Os municípios interessados em participar do Força Mulher precisam manifestar interesse aderindo ao Programa Cidade Empreendedora, que abordará vários eixos de desenvolvimento e transformação do município.

O prazo para adesão vai até o dia 30 de abril, através do Canal Prefeito On-line ou clicando aqui.

Fonte: AFNoticias
Crédito de imagem: Sebrae apresenta projeto Força Mulher à  diretora do SENAI / Foto: Divulgação


Espalhe essa notícia
error: Conteúdo Protegido