Assista-nos ao vivo as 13:30 de segunda a sexta, na TV Portal Microfone Verdade
Escute online agora



Passados exatamente 365 dias da confirmação da primeira morte causada por complicações da covid-19 no Tocantins, o estado atingiu os piores índices de contaminação e taxa de óbitos causados pela doença.

A morte da servidora pública do município de Palmas, Francisca Romana Sousa Chaves, de 47 anos foi registrada no dia 14 de abril de 2020. Na época, o Tocantins foi o último estado da federação a registrar óbito em consequência da infecção pelo novo coronavírus.

A servidora, que trabalhava na Secretaria Municipal de Saúde, foi a segunda paciente a ser diagnosticada com a covid-19 no Estado. Ela chegou a ficar internada por quase um mês em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) de um hospital particular da capital, mas não resistiu.

Segundo a Secretaria de Estado da Saúde (SES), Romana foi infectada após ter contato com a paciente diagnosticada com a doença no Tocantins, a advogada Kellen Pedreira do Vale, de 42 anos.

Um ano de pandemia

Após um ano, o Estado está passando pelo pior momento da pandemia. No mês de março foram registrados 564 óbitos em decorrência de complicações da covid-19 em todo o Tocantins.

Conforme o Boletim Epidemiológico emitido pela SES nessa quarta-feira (14), só no mês de abril, 5.372 pessoas foram diagnosticadas com a doença e 171 vidas perdidas em apenas duas semanas.

A taxa de ocupação hospitalar também segue em alta. Segundo o boletim dessa quarta, a ocupação de leitos de UTI Covid chegou aos 82% e a de leitos clínicos, aos 51%.

De acordo com o boletim epidemiológico, o estado passou a acumular 150.210 diagnósticos e 2.309 óbitos.

Novos óbitos

Segundo o boletim dessa quarta, mais 20 óbitos foram contabilizados. 

A maioria das mortes ocorreu entre os dias 3 e 12 de abril, mas seis foram durante o mês de março e só agora foram confirmadas. As vítimas são:

  • Mulher de 60 anos, moradora de Palmas. Comorbidades: obesidade. Óbito em 08/04/21 no Hospital Palmas Medical.
  • Mulher de 60 anos, moradora de Barrolândia. Comorbidades: não relatado. Óbito em 03/04/21 no Hospital Geral de Palmas.
  • Mulher de 64 anos, moradora de Palmas. Comorbidades: hipertensão. Óbito em 10/04/21 no Hospital Estadual de Combate a Covid.
  • Homem de 69 anos, morador de Palmas. Comorbidades: insuficiência renal crônica, doença cardiovascular. Óbito em 10/04/21 no Hospital Oswaldo Cruz.
  • Mulher de 43 anos, moradora de Palmas. Comorbidades: não relatado. Óbito em 10/04/21 no Hospital Palmas Medical.
  • Homem de 35 anos, morador de Colméia. Comorbidades: insuficiência renal crônica. Óbito em 11/04/21 no Hospital Oswaldo Cruz.
  • Homem de 50 anos, morador de Gurupi. Comorbidades: não relatado. Óbito em 08/04/21 no Hospital Geral de Palmas.
  • Homem de 77 anos, morador de Araguaína. Comorbidades: hipertensão e obesidade. Óbito em 12/04/21 no Hospital Dom Orione.
  • Homem de 44 anos, morador de Figueirópolis. Comorbidades: não relatado. Óbito em 12/04/21 no Hospital Regional de Gurupi.
  • Mulher de 59 anos, moradora de Araguaína. Comorbidades: diabetes e hipertensão. Óbito em 11/04/21 no Hospital Regional de Araguaína.
  • Homem de 55 anos, morador de Itaporã. Comorbidades: hipertensão. Óbito em 09/04/21 no Hospital Municipal de Campanha de Araguaína.
  • Homem de 71 anos, morador de Dianópolis. Comorbidades: hipertensão e diabetes. Óbito em 10/04/21 no Hospital Regional de Paraíso.
  • Mulher de 70 anos, moradora de Aliança do Tocantins. Comorbidades: não relatado. Óbito dia 10/04/21 no Hospital Regional de Gurupi.
  • Homem de 88 anos, morador de Conceição do Tocantins. Comorbidades: não relatado. Óbito dia 25/03/21 no Hospital Santa Thereza.
  • Homem de 49 anos, morador de Palmas. Comorbidades: não relatado. Óbito em 17/03/21 no Intensicare IOP.
  • Mulher de 69 anos, moradora de Palmas. Comorbidades: doença cardíaca crônica. Óbito em 26/03/21 na UPA Sul.
  • Homem de 59 anos, morador de Palmas. Comorbidades: talassemia. Óbito em 28/03/21 no Hospital Palmas Medical.
  • Homem de 48 anos, morador de Palmas. Comorbidades: hipertensão. Óbito em 25/03/21 no IOP.
  • Mulher de 83 anos, moradora de Palmas. Comorbidades: hipertensão, diabetes e cardiopatia. Óbito em 25/03/21 no IOP.
  • Homem de 49 anos, morador de Recursolândia. Comorbidades: não relatado. Óbito em 09/04/21 no Hospital Municipal de Campanha de Araguaína.

Fila de espera

Conforme o governo, até 12h34 desta quarta-feira (14), cinco pacientes estavam na fila de espera por leitos clínicos. Nenhum paciente esperava por vaga de UTI.

Vacinômetro

Segundo o Vacinômetro, página que monitora a vacinação, o Tocantins já recebeu 296.100 doses de vacinas contra o coronavírus, 215.968 foram distribuídas aos municípios e 180.564 foram aplicadas.

Do total de aplicações, 138.585 são referentes à primeira dose e 41.979 da segunda dose da vacina.

Ocupação de leitos de UTI nos hospitais

  • Hospital Estadual de Combate à Covid-19 – 90% de ocupação
  • Hospital Municipal de Campanha de Araguaína – 100% de ocupação
  • Hospital Regional de Augustinópolis – 70% de ocupação
  • Hospital Regional de Gurupi – 83% de ocupação
  • Hospital Geral de Palmas UTI Covid – 93% de ocupação
  • Hospital Regional de Araguaína – 94% de ocupação
  • Hospital Regional de Porto Nacional – 70% de ocupação

Ocupação dos leitos particulares contratados pelo estado:

  • Hospital Oswaldo Cruz – 80% de ocupação
  • Hospital Dom Orione em Araguaína – 100% de ocupação
  • Hospital Santa Thereza – 100% de ocupação
  • Instituto Sinai Araguaína – 100% de ocupação

Os dados de estatística hospitalar de todas as unidades podem ser conferidos no portal Integra Saúde.

Cidades mais afetadas pela pandemia

  • Palmas – 37.141 casos e 422 mortes
  • Araguaína – 25.310 casos e 335 mortes
  • Gurupi – 9.202 casos e 151 mortes
  • Porto Nacional – 7.105 casos e 139 mortes
  • Paraíso do Tocantins – 6.416 casos e 122 mortes
  • Colinas do Tocantins – 5.850 casos e 82 mortes
  • Guaraí – 2.445 casos e 51 mortes
  • Formoso do Araguaia – 1.973 casos e 35 mortes
  • Miranorte – 1.957 casos e 41 mortes
  • Tocantinópolis – 1.793 casos e 30 mortes

Fonte: AFNoticias
Crédito de imagem: A servidora pública de 47 anos foi a primeira paciente a perder a batalha contra a doença no estado / Foto: Divulgação Arquivo Pessoal


error: Conteúdo Protegido