Assista-nos ao vivo as 13:30 de segunda a sexta, na TV Portal Microfone Verdade
Escute online agora



Um projeto de lei foi apresentado na Assembleia Legislativa do Tocantins (Aleto), nesta terça-feira (6), visando incentivar a doação de plasma sanguíneo por pessoas curadas da Covid-19. O Estado já contabiliza mais de 124 mil pacientes recuperados da doença.

"Esta é uma forma de contribuir com a ciência na busca pela cura dessa doença", justificou o autor da proposta, o deputado estadual Issam Saado (PV), que é de Araguaína.

Conforme a proposta, a utilização do plasma sanguíneo será para fins de pesquisas.

O deputado Issam Saado teve Covid-19, precisou ser internado na UTI e venceu a doença. Ele também já tomou a primeira dose da vacina. "Só quem passa por isso sabe o sofrimento que essa doença provoca na gente e na família", relata.

O doador de plasma terá como benefícios a isenção do pagamento de taxa de inscrição de concursos públicos (para o doador que tenha realizado ao menos três doações no prazo de 12 meses anteriores à publicação do edital); meia entrada em eventos culturais ou esportivos subsidiados pelo Estado; e certificado de “Amigo da Saúde”, que será utilizado como meio probatório para fins de garantias dos direitos previsto na lei.

Fonte: AFNoticias
Crédito de imagem: O médico Lucas Valente, de 29 anos, venceu a covid-19 e foi o primeiro a doar plasma em Brasília / Foto: Divulgação


error: Conteúdo Protegido