Assista-nos ao vivo as 13:30 de segunda a sexta, na TV Portal Microfone Verdade
Escute online agora

Espalhe essa notícia

Por Willian da luz

Uma grande manifestação popular ganhou as ruas de Porto Nacional (TO) nesta terça-feira (6), através de uma carreata que reivindicou a implantação urgente dos leitos de UTI’s no município.

A capital da cultura do estado do Tocantins vem atravessando um momento difícil com o agravamento do contágio da Covid-19 e pela letalidade da doença que levou a óbito mais de 128 vidas em um ano de Pandemia.

 O último mês de março registrou 48 mortes na cidade e a falta de leitos de UTIs acendeu o sinal vermelho da população que não suporta mais a dor e o sofrimento da perda de seus entes queridos por falta de uma unidade de tratamento intensiva em Porto Nacional e pela fila de espera por um leito de UTI.

UTIs Já

A carreata realizada nesta terça, foi uma  ação organizada através do Coletivo Mulheres em Movimento de Porto Nacional, que ao longo dos dias distribuiram faixas pela cidade na busca de sensibilizar e chamar a população portuense para a luta! A coordenadora do coletivo, Adélia Martins, publicou em seu perfil nas redes sociais um desabafo e convocou os portuenses ao engajamento social e luta por direitos.

“Estamos vendo, dia por dia, nossos parentes, amigos e vizinhos falecerem por falta de UTIs, de vacinas, de recursos que os profissionais de linha de frente precisam para dar o melhor cuidado possível! Os deputados eleitos e o Sr governador dizem há meses que novas UTIs chegarão a Porto Nacional “na próxima semana”. Essa semana nunca chega. Onde estão as UTIs? Onde estão vocês, autoridades? Nosso povo nao ficará de braços cruzados!

 Vamos mostrar que não fugimos à luta, que nao esquecemos, que não compactuamos com políticas de morte! “

Apoio popular

O movimento ganhou adesão de muitos portuenses que demonstraram solidariedade pela causa e se uniram em prol da causa coletiva e pela defesa dos leitos de UTIs em Porto Nacional.

Na carreata que percorreu as ruas da cidade, foram ouvidos manifestações de apoio e carinho pela comunidade e pelos seguimentos organizados.

***


Espalhe essa notícia
error: Conteúdo Protegido