Assista-nos ao vivo as 13:30 de segunda a sexta, na TV Portal Microfone Verdade
Escute online agora

Espalhe essa notícia

De olho numa possível vaga no Senado em 2022, o governador do Tocantins, Mauro Carlesse, anunciou oficialmente sua saída do Democratas, nesta segunda-feira (05).

Eleito em 2018 pelo PHS, o governador se filiou ao DEM em maio de 2019 para ser líder do partido no Estado. Porém, sua passagem pela sigla foi marcada principalmente pela disputa interna entre seu aliado Carlos Gaguim e a atual presidente regional, a deputada federal Professora Dorinha Seabra. A relação desgastada resultou no rompimento da parlamentar com o Palácio Araguaia e no desgaste interno devido às eleições municipais do ano passado.

NOVO PARTIDO

Carlesse já comunicou sua saída à Justiça Eleitoral e à direção do partido, mas não sinalizou em qual legenda pretende se filiar. Ele afirmou apenas que está 'estudando propostas'. Há rumores de que o chefe do Executivo do Tocantins pode se filiar ao PSL, mas são apenas especulações de bastidores.

EXPECTATIVA

Apesar de ter negado recentemente sua pretensão de disputar uma vaga ao Senado em 2022, a renúncia do governador é dada como certa nos bastidores [até abril do próximo ano], uma vez que ele não poderá disputar novamente o mesmo cargo e, assim, ficaria sem mandato.

Em entrevista concedida à TV, Carlesse afirmou que terminará seu mandato de governador e voltará a se dedicar a vida de empresário. Recentemente, durante uma audiência com a prefeita Cinthia Ribeiro, o governador voltou a negar, sem muita convicção, que não renunciaria ao governo para se candidatar ao Senado Federal.

Fonte: AFNoticias
Crédito de imagem: O governador ainda não informou em qual partido pretende se filiar e nem se irá disputar o Senado / Foto: Divulgação


Espalhe essa notícia
error: Conteúdo Protegido