Assista-nos ao vivo as 13:30 de segunda a sexta, na TV Portal Microfone Verdade
Escute online agora

Espalhe essa notícia

Uma verdadeira saraivada de questionamentos, reclamações e ações de bastidores efervesceram os corredores dos poderes executivo e legislativo de Porto Nacional nos últimos 15 dias. Um dos alvos principais dos eventuais dissidentes é a Secretária Municipal de Saúde, Lorena Martins, que, mesmo em começo de gestão, tem demonstrado desembaraço e excelente articulação institucional.

As primeiras incursões contra a auxiliar do Prefeito Ronivon Maciel tiveram origem na Câmara Municipal com alguns vereadores alardeando sobre 16 questionamentos possíveis de serem respondidos e esclarecidos institucionalmente. Entretanto, foi feito um grande alarde na imprensa chegando até a haver insinuação de “furação de fila” na vacinação contra a Covid-19, o que não aconteceu.

Depois do estardalhaço com visível sinal de conspiração contra a Secretária, os parlamentares ainda ficaram intimidando em tom de ameaça para que a gestora ficasse atenta aos prazos.

Faculdade de medicina  

A Secretária de Saúde tem grau superior de escolaridade em Enfermagem e iniciou uma segunda graduação em Medicina, contudo, os questionadores exigiram explicações e também expuseram na mídia antes que ela respondesse.

Em função da pandemia, as faculdades de medicina estão autorizadas a realizar os períodos iniciais no modo virtual (EAD) o que pode ser perfeitamente conciliado com a titularidade da pasta, sem falar que ela já tem várias disciplinas que podem ser creditadas para a segunda graduação.

Vice-Prefeito

O mais grave de toda a situação de exposição por pequenos detalhes, foi o vídeo postado pelo Vice-Prefeito Joaquim de Luzimangues que ignorou todas as grandes ações já realizadas em detrimento de um simples conserto de um veículo, quando ele próprio, enquanto gestor, poderia ter buscado a solução do problema.

A atitude do vice foi repudiada até pelos adversários políticos dele e do prefeito Ronivon Maciel, dada a grave crise, em que há esforços sobre-humanos, principalmente, da Secretária Lorena, para implantar leito clínicos com oxigênio que estão salvando vidas em uma parte da UPA e no CEME.

Prefeito estranhou

Em declarações ao programa MICFOFONE VERDADE, Rádio Porto FM, o prefeito Ronivon Maciel disse que recebeu com estranheza o vídeo e classificou como um momento de infelicidade do seu colega de chapa que sempre lutou aguerridamente pelas soluções dos problemas de Luzimangues.

Mesmo considerando normal pela maneira como Joaquim batalha para conseguir os benefícios para sua região, o chefe do executivo estranhou também o fato de ele e a secretária não terem sido procurados para tentar contornar a situação.

Lorena segue na pasta

Indagado sobre a permanência de Lorena na Secretaria de Saúde, Ronivon Maciel foi taxativo ao responde sim e destacou o grande esforço que vem sendo realizado para conseguir minimizar os efeitos letais da Covid-19, mesmo sem recursos.

A Secretária Lorena Martins e o prefeito foram muito ousados ao implantarem atendimento de alta complexidade na UPA e leitos clínicos no CEME com investimentos altíssimos para manter a rede de oxigenação.

A vacinação vem sendo conduzida com sucesso e se houve algum problema de falta de doses, a culpabilidade não é do município que apenas recebe o que é repassado. Porto Nacional está entre os mais avançados no cumprimento do calendário vacinal.

De acordo com as palavras do prefeito, em apenas 3 meses como gestora pública e tendo assumido em meio a uma grave crise pandêmica, a Secretária tem demonstrado grande esforço e capacidade de articulação institucional para buscar soluções.

 

***

 


Espalhe essa notícia
error: Conteúdo Protegido