Assista-nos ao vivo as 13:30 de segunda a sexta, na TV Portal Microfone Verdade
Escute online agora

Espalhe essa notícia

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) informou na tarde desta quinta-feira (17) que as agências de Arapoema, Arraias, Dianópolis, Guaraí, Miracema e Paraíso estarão fechadas para atendimento ao público até o dia 28 de março.

A medida foi tomada devido ao agravamento da pandemia do novo coronavírus e está estabelecida na Portaria 77 de 17/03/2021, da Superintendência Regional Norte/Centro-Oeste, que determinou o não comparecimento presencial dos servidores em suas unidades.

Conforme o INSS, o período de fechamento poderá ser prorrogado. O órgão reforçou a importância dos segurados não se deslocarem até as agências enquanto durar a determinação de fechamento.

Nas unidades que possuem os serviços de Perícia Médica e Serviço Social, os atendimentos continuam normalmente por se tratarem de atividades essenciais, nos termos do Decreto nº 10.282, de 20 de março de 2020, da presidência da República.

Os segurados que têm agendamentos para este período deverão proceder com a remarcação do atendimento pelo Meu INSS ou pelo telefone 135.

Os demais serviços continuam disponíveis à população pelos canais remotos (Meu INSS, site ou aplicativo, e também pelo 135).

É importante que os segurados também fiquem atentos ao site do órgão, gov.br/inss, no qual são publicadas orientações para os cidadãos.

No Tocantins a situação das 13 agências fica assim estabelecida:

1- APS Arapoema – FECHADA

2- APS Arraias – FECHADA

3- APS Dianópolis – FECHADA

4- APS Guaraí – FECHADA

5- APS Miracema – FECHADA

6- APS Paraíso do Tocantins – FECHADA

7- APS Colinas – FECHADA* (Servidor diagnosticado com Covid e demais servidores em isolamento)

8- APS Araguaína – ABERTA

9- APS Araguatins – ABERTA

10- APS Gurupi – ABERTA

11- APS Palmas – ABERTA

12- APS Porto Nacional – ABERTA

13- APS Tocantinópolis – ABERTA

Fonte: AFNoticias
Crédito de imagem: Atendimento em agência do INSS / Foto: Agência Brasil


Espalhe essa notícia
error: Conteúdo Protegido