Assista-nos ao vivo as 13:30 de segunda a sexta, na TV Portal Microfone Verdade
Escute online agora

Espalhe essa notícia

A administradora Cleidiane Coelho Mota, 32 anos, que estava grávida, perdeu seu bebê em decorrência de um acidente de trânsito que teria sido causado intencionalmente pelo ex-prefeito de Araguanã (TO), Fernando Luiz dos Santos, mais conhecido como Fernando do Osmar. A confusão teria sido motivada por discórdia política com o marido da vítima.

Um boletim de ocorrência foi registrado nesta quarta-feira (17) na Polícia Civil, em Araguaína, para investigação do caso. O delegado Romeu Fernandes de Carvalho Filho já requisitou exame pericial.

VEJA TAMBÉM

Cleidiane é casada com o ex-candidato a prefeito e policial civil Júnior Martins (SD). Conforme relatado no Boletim de Ocorrência, no dia 20 de fevereiro deste ano, o casal estava em uma lanchonete da cidade quando o ex-prefeito teria chegado e desferido um ‘tapa’ no tórax de Júnior, e este revidou com um chute.

Em seguida, o casal afirma que entrou no veículo para ir embora, mas o ex-prefeito veio logo atrás numa caminhonete, em alta velocidade, e colidiu na traseira do veículo onde estava Júnior e Cleidiane. Na ocasião, a mulher bateu a cabeça contra o painel do carro.

Ainda segundo o boletim de ocorrência, no nomento do acidente, Cleidiane sentiu fortes dores na cabeça, no abdômen e também teve sangramentos. Ela passou a fazer acompanhamento médico, mas sofreu aborto no dia 3 de março.

No momento da colisão, Júnior Martins desceu da sua caminhonete e efetuou disparos de arma de fogo contra o veículo do ex-prefeito. Ele afirma que apenas revidou à “injusta agressão”, pois não sabia quais eram as intenções do ex-prefeito. Para Júnior, o acidente foi provocado de forma intencional e criminosa. Ele disse ainda que sofreu ameaças de morte por parte de Fernando e do seu grupo político durante as Eleições 2020.

Júnior disse que irá processar o ex-prefeito nas esferas cível e criminal. Quem vai atuar no caso é o conhecido criminalista Wendel Oliveira.

A reportagem não conseguiu contato com o ex-prefeito para comentar o caso. O espaço está aberto.

Fonte: AFNoticias
Crédito de imagem: Júnior Martins e sua esposa Cleidiane Mota / Foto: Divulgação


Espalhe essa notícia
error: Conteúdo Protegido