Assista-nos ao vivo as 13:30 de segunda a sexta, na TV Portal Microfone Verdade
Escute online agora

Espalhe essa notícia

Cumprindo agenda de trabalho em Paraíso do Tocantins, nesta quinta-feira (25), o governador Mauro Carlesse (DEM) se queixou da falta de ajuda dos senadores Irajá (PSD) e Kátia Abreu (PP) ao Estado do Tocantins durante esse momento crítico de pandemia do novo coronavírus.  

Durante seu discurso, Carlesse disse que recebeu votos para ser representante de toda a população do estado, não apenas "de um ou outro". “É esse o meu compromisso, é isso o que tenho levado aos nossos deputados”, disse.

Ao ter seu nome ventilado como pré-candidato ao Senado em 2022, Carlesse afirmou que fica honrado, pois a importância de um senador da República é muito grande dentro de um Estado.

“Infelizmente, nós só temos um senador que ajuda o Estado, que é o Eduardo Gomes. Os outros não ajudam em nenhuma situação. Às vezes ajudam por interesse próprios em alguma cidade, mas o Estado vem sofrendo, principalmente nessa pandemia, e você olha o recurso desses dois senadores, que não vou citar os nomes, é zero. Eles ficam ainda botando defeito através das redes sociais. O povo sabe e dará a resposta lá na frente para esse pessoal”, disparou Carlesse.

O governador estava se referindo à senadora Kátia Abreu e ao seu filho, Irajá. A vaga atualmente ocupada por Kátia no Senado Federal será a única na disputa eleitoral de 2022, pois Irajá e Gomes foram eleitos em 2018.

Caso decida disputar a reeleição novamente, Kátia Abreu deverá enfrentar Carlesse, já que o projeto de senador da República vem sendo impulsionado por aliados políticos.

Fonte: AFNoticias
Crédito de imagem: Governador Carlesse está cumprindo agenda em Paraíso do Tocantins / Foto: AF Notícias


Espalhe essa notícia
error: Conteúdo Protegido