Assista-nos ao vivo as 13:30 de segunda a sexta, na TV Portal Microfone Verdade
Escute online agora



O Tocantins recebeu do Ministério da Saúde, órgão do Governo Bolsonaro, um incentivo financeiro no valor de R$ 5 milhões para fortalecimento do Serviço de Verificação de Óbito (SVO).

O recurso já está disponível e será utilizado para aquisição de veículos e equipamentos para o SVO em Palmas e Araguaína, habilitado na Rede Nacional de Verificação de Óbitos (RNVO).

Segundo a gerente do SVO, Luzia Rodrigues Nogueira, a equipe técnica já trabalha nos processos licitatórios para a compra de dois veículos de remoção de cadáveres que serão utilizados em Palmas e Araguaína. Além de diversos equipamentos de alta precisão, para laboratório próprio de exames de anatomia patológica, para conclusão do diagnóstico da causa mortis em tempo hábil, bem como a implantação do projeto de ventilação na sala de necropsia, diminuindo, assim, o possível risco de contaminação dos profissionais na operacionalização do serviço.

Todos esses investimentos irão contribuir para apuração e resolução de casos de falecimentos de causas mal definidas, com a possibilidade da plena notificação para subsidiar as ações de vigilância, melhoria da informação e o aprimoramento das ações de alerta e resposta para as emergências de saúde pública, principalmente na pandemia de covid-19”, disse a gerente.

SVO

O Serviço de Verificação de Óbitos é especializado na investigação de causas de óbitos naturais mal definidos. Diferente dos Institutos Médicos Legais (IML), que investigam óbitos por causas externas a pedido de autoridade policial, o SVO esclarece óbitos por causas naturais mal definidas por requisição médica após consentimento de familiares.

As ações desenvolvidas pelo SVO no Tocantins contribuem para a qualificação dos serviços de saúde através da vigilância epidemiológica sobre a qualidade da assistência médica na rede de saúde e sobre as informações de mortalidade. O serviço em Araguaína e Palmas tem capacidade de realizar, em média, de 250 a 300 necropsias por ano.

Fonte: AFNoticias
Crédito de imagem: Prédio do SVO / Foto: André Araújo


error: Conteúdo Protegido