Assista-nos ao vivo as 13:30 de segunda a sexta, na TV Portal Microfone Verdade
Escute online agora

Espalhe essa notícia

O Projeto Social CasAzul atenderá gratuitamente crianças e adolescentes carentes vítimas de violência sexual e violência autoprovocada (ideaçao suicida) em Palmas. A ideia partiu do casal de psicólogos, Erismar Araújo e Lorrayne Araújo, que também realizam ações solidárias na sua clínica particular.

Além dos atendimentos e cursos de capacitação para pacientes, o Projeto vai ajudar com cestas básicas famílias carentes nos bairros mais vulneráveis da capital. Por enquanto, para se tornar realidade o casal precisa arrecadar fundos para estruturar a Unidade onde serão feitos os atendimentos, por isso, uma vaquinha online está disponível para quem quer ajudar com doações.

O projeto nasceu no coração do idealizador, o psicólogo Erismar Araújo, logo após iniciar seus atendimentos no Hospital Geral de Palmas (HGP), através do seu serviço voluntário de capelania, onde conheceu de perto a realidade de alguns acompanhantes. A princípio o intuito foi ajudar os acompanhantes do HGP e Hospital Dona Regina com kits de higienização pessoal, como: creme dental, escova de dente, desodorante e papel higiênico. Logo, começaram a aparecer doações de cestas básicas.

“Estamos trabalhando para oferecer um atendimento e acolhimento a crianças e adolescentes que foram vítimas de abuso sexual, e também a crianças e adolescentes que apresentaram ideação suicida e automutilação. Estamos trabalhando com intuito de parcerias com alguns órgãos municipais e estaduais, e apoio da Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e Prefeitura de Palmas, onde o objetivo maior é oferecer um serviço de qualidade à comunidade palmense”.

Segundo o psicólogo Erismar, em 2020 houve uma demanda muito grande de crianças e adolescentes em busca de atendimentos, porém e a maioria não possuem condições financeiras.O Projeto resolveria parte do problema.

Atualmente a equipe do Projeto é composta por uma secretária, 8 psicólogos,1 psicopedagogo, financeiro e contador. A expectativa para 2021 é que o Projeto faça parcerias com universidade, onde será possível ter estagiários de psicologia com supervisão da instituição de ensino, ter uma assistente social e um advogado.

Fonte: AFNoticias
Crédito de imagem: As doações vão ajudar a estruturar o Projeto / Foto: Divulgação


Espalhe essa notícia
error: Conteúdo Protegido