Assista-nos ao vivo as 13:30 de segunda a sexta, na TV Portal Microfone Verdade
Escute online agora

Espalhe essa notícia

O CCZ (Centro de Controle de Zoonoses) de Araguaína deu início na última segunda-feira, 1º, à Campanha de Vacinação Antirrábica para imunizar cães e gatos. As doses são de graça e aplicadas em animais com mais de três meses de vida. 

Nessa primeira etapa da campanha, o Município disponibilizou dois postos fixos na cidade para vacinação, sendo um no próprio CCZ, com horário de atendimento das 8 às 11 horas e das 14 às 17 horas, e no Centro de Castração Municipal, no período das 14 às 17 horas, de segunda a sexta-feira. 

“Por causa da pandemia, a secretaria precisou estabelecer logística especial para realizar a campanha, mantendo os cuidados necessários contra a covid-19. Durante o atendimento, seguiremos as recomendações do uso da máscara e a vacinação por ordem de chegada com distanciamento necessário. Destacamos também que não será permitido levar vacina para aplicação no animal em casa”, explicou a médica veterinária do CCZ, Luciana Gomes. 

Vacinação nos bairros 

Também faz parte da campanha a vacinação porta a porta com a colaboração dos agentes de combate a endemias. A ação itinerante começa a partir da próxima segunda-feira (8) e será realizada nos bairros e na zona rural da cidade. 

“Nossos agentes estarão identificados com uniforme do Município ou camiseta da campanha e percorrerão as ruas visitando as casas que têm cachorro ou gato para serem vacinados contra a raiva. É fundamental que o morador receba o nosso agente usando máscara e colabore com a imunização, que é muito importante para evitar a doença”, destacou a médica veterinária. 

A meta é vacinar aproximadamente 29 mil animais em Araguaína, sendo uma média de 20 mil na zona urbana e quase 9 mil na zona rural.  

Sobre a doença 

A raiva é uma zoonose, ou seja, uma doença transmitida do animal para o ser humano. Ela afeta o sistema nervoso central e mata em quase 100% dos casos, tanto as pessoas quanto os animais.  Em Araguaína, já são 14 anos sem nenhum caso da doença em humanos e animais. 

Queremos continuar livre dessa doença e contamos sempre com a colaboração da população, que, ao longo dos anos, sempre atendeu aos nossos chamados, aderindo às campanhas e demonstrando cuidados com seus animais de estimação, por isso acreditamos que alcançaremos nossa meta de vacinação”, declarou a médica veterinária Luciana Gomes.

Procura positiva 

A campanha começou nesta semana e já é boa a procura pela vacina, com mais de 100 animais imunizados. A cadela Belinha foi uma das que garantiu a vacinação contra a raiva nesta quarta-feira (3).

“Já são oito anos convivendo com a Belinha e a cada campanha busco logo o CCZ para não perder a oportunidade de garantir a proteção dela, afinal, ela é o xodó da casa e por isso cuidamos bem da saúde da nossa cachorrinha”, enfatizou a dona da cadela, Leila dos Santos Mel. 

(Adriana Santana/prefeitura)

Fonte: AFNoticias
Crédito de imagem: Cadela Belinha já foi vacinada / Foto: Marcos Sandes


Espalhe essa notícia
error: Conteúdo Protegido