Assista-nos ao vivo as 13:30 de segunda a sexta, na TV Portal Microfone Verdade
Escute online agora

Espalhe essa notícia

Os quatro jogadores do Palmas que morreram no acidente aéreo registrado neste domingo (24) em Porto Nacional estavam na aeronave porque tinham testado positivo para a Covid-19. O Palmas disse que optou por transportá-los no avião já que o período de isolamento terminaria neste domingo e portanto os quatro estariam aptos para o jogo desta segunda-feira (25) contra o Vila Nova pela Copa Verde.

Morreram no acidente o goleiro Ranule, o lateral-esquerdo Lucas Praxedes,o zagueiro Noé e o atacante Marcus Molinari. Nenhum deles tinha estreado pelo clube ainda, já que tinham sido contratados nesta início de ano. Dos quatro, apenas Molinari não tinha sido apresentado oficialmente ainda, o que estava previsto para ocorrer nesta segunda.

Além dos atletas, o presidente do time Lucas Meira e o piloto Wagner Machado morreram na tragédia. O avião caiu na manhã deste domingo (24), pouco após decolar, no distrito de Luzimangues, em Porto Nacional (TO). Um vídeo feito no local do acidente mostra a aeronave em chamas logo após a queda.

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) informou que o jogo entre o Palmas e o Vila Nova está adiado e não tem nova data para acontecer.

Estavam a bordo os atletas Lucas Praxedes, Guilherme Noé, Ranule e Marcus Molinari. Além dos quatro, a aeronave levava ainda o presidente Lucas Meira e o piloto, Wagner Machado – Foto: Montagem/Agência Tocantins.
Estavam a bordo os atletas Lucas Praxedes, Guilherme Noé, Ranule e Marcus Molinari. Além dos quatro, a aeronave levava ainda o presidente Lucas Meira e o piloto, Wagner Machado – Foto: Montagem/Agência Tocantins.

Veja a nota do Palmas na íntegra

Sobre o acidente aéreo envolvendo o presidente do Palmas, Lucas Meira, e os atletas do clube na manhã deste domingo, 24, o clube informa que:

  • Os atletas haviam testado positivo para COVID 19 no último teste realizado antes da partida de estreia na Copa Verde (Palmas x Real Noroeste – 20/01), mas pelo protocolo da CBF estariam aptos a disputas a partida desta segunda, 25, em Goiânia.
  • Os atletas finalizariam o cumprimento do isolamento neste domingo, 24. Com isso, a diretoria decidiu levá-los no vôo particular que já seria utilizado pelo presidente, para que terminassem de cumprir o isolamento em Goiânia e assim estar à disposição da comissão técnica para o jogo diante do Vila Nova.
  • Os 23 demais membros da delegação iriam para Goiânia na noite deste domingo, 24, através do vôo determinado pela Confederação Brasileira de Futebol.

O clube informa ainda que segue à disposição para maiores esclarecimentos e que toda a assistência necessária será prestada às famílias dos atletas Guilherme Afonso Noé, Lucas Praxedes Carvalho, Marcus Vinícius Molinares Reis, Ranule Gomes dos Reis e do comandante Wagner.

Autoridades políticas do estado emitiram nota de pesar lamentando pelas mortes prematuras de todas às vítimas do trágico acidente aéreo. O vice-governador Wanderlei Barbosa lamentou as mortes da tragédia ocorrida nesta manhã. Confira a integra da nota.

Nota de pesar

Foi com profunda tristeza que recebi a notícia do trágico acidente aéreo que vitimou o presidente do Palmas Futebol e Regatas Club, Lucas Meira, os atletas Lucas Praxedes, Guilherme Noé, Ranule, Marcus Molinari e o piloto comandante Wagner, ocorrido na manhã deste domingo (24).

Fomos todos surpreendidos pela notícia trágica do acidente que levava sonhos e muito orgulho, não só dos Palmenses mas de todo o Tocantins.

Consternado com tamanha tragédia, envio muita força aos familiares e amigos de Lucas Meira, dos jogadores e do Piloto. Neste momento de tamanha dor e tristeza, peço a Deus que conforte o coração de todos que se encontram acometidos pela dor da perda, dando-lhes forças para superarem este momento difícil e para conviverem com tamanha saudade.

Wanderlei Barbosa

Vice-governador do Tocantins

O deputado estadual Elenil da Penha (MDB) emitiu nota de pesar, o parlamentar manifestou solidariedade aos familiares e amigos das vítimas.

Confira a íntegra da nota

Foi com grande tristeza que recebi a notícia do acidente aéreo com membros da delegação do Palmas Futebol e Regatas, ocorrido na manhã deste domingo, 24, no distrito de Luzimangues, em Porto Nacional.

Na tragédia, morreram o piloto, Wagner Machado, o presidente do Palmas, Lucas Meira, e quatro jogadores do clube, Lucas Praxedes, Guilherme Noé, Ranule e Marcus Molinari.

Neste momento de dor e consternação, manifesto minha solidariedade aos familiares e amigos das vítimas, rogando a Deus para que conforte o coração de todos.

Elenil da Penha

Deputado estadual

Fonte Por: Alessandro Ferreira Fonte: Redação | Agência Tocantins
Crédito de imagem: Estavam a bordo os atletas Lucas Praxedes, Guilherme Noé, Ranule e Marcus Molinari. Além dos quatro, a aeronave levava ainda o presidente Lucas Meira e o piloto, Wagner Machado – Foto: Montagem/Agência Tocantins.


Espalhe essa notícia
error: Conteúdo Protegido