Assista-nos ao vivo as 13:30 de segunda a sexta, na TV Portal Microfone Verdade
Escute online agora

Espalhe essa notícia

O detento Leomar Dias foi morto no interior da Casa de Prisão Provisória de Palmas (CPPP) nesta terça-feira (19). A Secretaria de Estado da Cidadania e Justiça (Seciju), por meio da Superintendência de Administração dos Sistemas Penitenciário e Prisional, confirmou a morte do preso que estava recolhido desde de fevereiro de 2018.

Segundo a administração do sistema prisional, houve um conflito entre Leomar e outros internos no Pavilhão A da unidade. Os nomes dos outros envolvidos na briga não foram divulgados.

A Seciju lamentou a morte do preso e também informou que instaurou Procedimento Administrativo Disciplinar para apurar os fatos.

Esta é a primeira morte de detento registrado na CPP desde o dia 1º de junho de 2020, quando um preso que não teve o nome divulgado foi encontrado morto no pavilhão B. Em janeiro do mesmo ano o corpo de Claudemir Santos Silva, de 21 anos, tinha sido encontrado no pavilhão A.

No dia 1º de dezembro do ano passado, sete homens abriram um buraco em uma cela e escaparam da unidade. A maioria deles acabou sendo recapturada.

Na última quarta-feira (13), uma advogada foi levada à delegacia após ser flagrada tentando entrar CPP com celulares e carregadores. De acordo com Secretaria de Estado da Cidadania e Justiça (Seciju), os itens estavam escondidos dentro de uma televisão que seria entregue para um preso que é cliente da suspeita. A Secretaria de Segurança Pública (SSP) informou que ao ser ouvida, ela alegou que não sabia que havia materiais dentro da televisão.

Do G1-TO


Espalhe essa notícia
error: Conteúdo Protegido