Assista-nos ao vivo as 13:30 de segunda a sexta, na TV Portal Microfone Verdade
Escute online agora

Espalhe essa notícia

No apagar das luzes do ano passado, a Câmara Municipal de Couto Magalhães, na região noroeste do Tocantins, aprovou um reajuste salarial de 43,48% para o novo prefeito Júlio César Brasil (DEM), o vice-prefeito Joaquim Miranda (PSC) e os secretários municipais.  

Um dos fatos que chama a atenção é que o atual vice-prefeito era vereador na legislatura passada e votou favorável ao aumento, já que seria um dos beneficiados.

Outro que também aprovou o reajuste foi o vereador Deuzimar Lima. Ele acabou de ser nomeado pelo prefeito para o cargo de secretário municipal da Agricultura e também irá usufruir do aumento salarial. A votação aconteceu no início do mês de dezembro de 2020.

Dos 9 parlamentares, cinco votaram a favor do projeto. São eles: o atual vice-prefeito Joaquim Miranda, Rafael Alves, Jeferson Maciel, Venuzan Alves (Curica) e Deuzimar Lima, o atual secretário. O presidente da Câmara, Filiomeno Soares, só votaria em caso de empate, o que não ocorreu.

Já os vereadores Nelson Lemos, Carlos Aristeu e Antônio da Van não compareceram à sessão.

Veja os novos salários:

Prefeito: R$ 10.000 para R$ 14.348,00

Vice-prefeito: R$ 5.000 para R$ 7.174,00

Secretários municipais: R$ 3.500,00 para R$ 5.021,80

No projeto, a Câmara justifica que subsídios não eram reajustados desde o ano de 2013. Por isso, o aumento tomou como base o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) apurado desde aquele ano até setembro de 2020.

Fonte: AFNoticias
Crédito de imagem: Vice e prefeito de Couto Magalhães tiveram salários aumentados / Foto: Divulgação


Espalhe essa notícia
error: Conteúdo Protegido