Assista-nos ao vivo as 13:30 de segunda a sexta, na TV Portal Microfone Verdade
Escute online agora



A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu na BR-153, em Araguaína, um caminhão carregado com produtos importados ilegalmente, no início da tarde dessa quarta-feira (30).

A carga estava camuflada com materiais recicláveis e está avaliada em cerca de R$ 10 milhões.

Conforme a PRF, a equipe abordou inicialmente um caminhão Scania com um semirreboque acoplado que era conduzido por um homem de 28 anos, o qual estava acompanhado por um amigo, um jovem de 24 anos.

Durante a abordagem ocorrida no posto da PRF, o condutor apresentou nota fiscal descrevendo o transporte de materiais recicláveis e a equipe realmente confirmou a presença dos materiais descritos ao abrir o compartimento de carga.

Contudo, em uma fiscalização mais minuciosa, foi possível constatar que os materiais recicláveis estavam apenas na parte traseira do compartimento de carga e eram utilizados para camuflar o transporte de mercadorias importadas ilegalmente.

Ao retirar a camada de materiais recicláveis, a PRF encontrou 152.442 itens importados e transportados ilegalmente, como tênis, aparelhos eletrônicos para cabelo, TV Box, fones de ouvido, bijuterias, baterias e carregadores de Iphone, Smartwatch’s, cuecas, bolsas e óculos.

Questionados sobre a carga escondida, condutor e o passageiro relataram que não tinham conhecimento da origem da carga e que receberam o veículo com a carga já lacrada.

Segundo a PRF, os dois homens tentaram demonstrar surpresa com a situação, no entanto, apresentaram informações desconexas sobre os fatos. Segundo eles, o caminhão saiu do Maranhão e tinha como destino São Paulo (SP), mas alegaram não saber mais detalhes.

Uma força-tarefa foi montada para conseguir contabilizar e manejar todos os produtos. A Polícia Federal foi acionada e registrou a ocorrência. Os produtos apreendidos serão direcionados para a Receita Federal para continuidade dos procedimentos legais.

Fonte: AFNoticias
Crédito de imagem: Apreensão ocorreu na BR-153 / Foto: Divulgação/PRF


error: Conteúdo Protegido