Escute a rádio online agora:

O assassinato do entregador Daniel Afonso Martins da Silva, conhecido por DANIELZIM, 21 anos, que morava no Residencial Irmã Edila, em Porto Nacional, pode estar diretamente ligado à guerra entre duas facções criminosas de renome que disputam território em quase todas as cidades do Brasil.

De acordo com informações de amigos e familiares, o jovem começou a receber ameaças a partir do instante que trocou uma organização pela outra. Além da disputa por novos membros e controle de regiões, a eliminação do rapaz também pode soar como queima de arquivo, uma vez que ele poderia repassar informações privilegiadas para a rival.

As investigações estão sendo realizadas pela 7ª DEIC – Divisão Especializada de repressão ao Crime Organizado – sediada em Porto Nacional.

O crime

Por volta de 2 horas da madrugada de sábado (5), o entregador Daniel Afonso Martins da Silva, conhecido por DANILEZIM, se encontrava na Distribuidora de Bebidas do Luizão, à Rua Bartolomeu Bueno, no Setor Jardim Municipal, quando foi alvejado com 3 disparos de arma de fogo a queima-roupa.

De acordo com testemunhas, dois suspeitos chegaram em uma motocicleta, um deles desceu, se aproximou e atirou na cabeça do rapaz. Depois que a vítima caiu no chão, o autor ainda efetuou mais dois disparos e fugiu com apoio do comparsa que ficou esperando com o veículo ligado.

Policiais Militares do 5º BPM chegaram ao local rapidamente e efetuaram buscas em toda a área, mas, não conseguiram localizar os suspeitos.

***