Assista-nos ao vivo as 13:30 de segunda a sexta, na TV Portal Microfone Verdade
Escute online agora



Um fugitivo da justiça por um homicídio bárbaro praticado em 2012 foi localizado pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) após se envolver em um acidente de trânsito na BR-153, nas proximidades de Alvorada, sul do Tocantins.

A PRF informou que a equipe acionada para atender o acidente em 27 de novembro de 2020 percebeu inconsistência na identificação da vítima, que portava apenas um extrato de vacinação.

O fugitivo foi encaminhado para o hospital de Gurupi, e a ex-esposa dele apresentou a documentação do irmão da vítima como sendo a do acidentado. Diante dos fatos, iniciou-se a busca para identificar o condutor. A suspeita inicial era de uma tentativa de troca de condutor do veículo envolvido no acidente.

Já nesta terça-feira, 1º de dezembro, o dono do veículo envolvido no acidente afirmou que o homem acidentado era conhecido socialmente por apelido. No entanto, quando a PRF enviou a fotografia coletada nos sistemas para o proprietário, ele percebeu que não se tratava da mesma pessoa.

A PRF, então procurou a ex-esposa do acidentado, e ela apresentou uma imagem da CNH cobrindo a foto de identificação do condutor. Disse também ser a única imagem de documento que possuía.

No entanto, ao ligar para a pessoa descrita na CNH, a PRF descobriu que se tratava do irmão do fugitivo. Neste ínterim, ele informou aos policiais que os familiares, na verdade, estavam acobertando o homem, uma vez que o irmão é fugitivo da justiça há anos pelo homicídio bárbaro praticado em 2012, tendo até sido condenado a 18 anos de reclusão.

Neste contexto, a PRF identificou o acidentado e, após consultas, confirmou que ele possui mandado de prisão em aberto, conforme verificado no Banco Nacional de Mandados de Prisão.

A PRF disse que encaminhou a ocorrência para Polícia Civil de Gurupi. O fugitivo identificado encontra-se internado no hospital regional da mesma cidade à disposição da justiça.

Fonte: AFNoticias
Crédito de imagem: Caso foi desvendado pela PRF / Foto: Divulgação/PRF


error: Conteúdo Protegido