Assista-nos ao vivo as 13:30 de segunda a sexta, na TV Portal Microfone Verdade
Escute online agora



A ocorrência mais recente foi registrada na tarde dessa quinta-feira, 19, no km 8 da BR 226, zona rural no município de Palmeiras Do Tocantins, na região norte do estado. Na oportunidade, os policiais rodoviários federais realizava fiscalização de rotina quando abordaram um caminhão carregado com madeira serrada.

Durante a fiscalização, o condutor do caminhão apresentou documentos fiscais e ambientais que, em tese, permitiriam o transporte. No entanto, ao realizar as medições devidas, a equipe constatou que a quantidade de madeira transportada era maior que a expressa na documentação.

A madeira nativa serrada de Lecythis Pisonis (Sapucaia) transportada estava em quantidade, aproximadamente, 4,5 m³ maior que a prevista na nota fiscal e documento florestal. Segundo a documentação, a madeira teria sido extraída no Estado do Pará e tinha como destino o Estado da Bahia.

Assim, tendo em vista a divergência na quantidade, conforme previsto em norma reguladora, toda a carga deve ser apreendida e o documento de origem florestal invalidado para todos os efeitos. 

Diante das informações elencadas foi constatada, a princípio, crime de Transportar, adquirir, vender, madeira, lenha, carvão sem licença válida, art. 46 da Lei 9.605/98.

O veículo e carga foram retidos e encontram-se à disposição da Polícia Militar Ambiental.

Dados Tocantins

Em todo ano de 2019, a PRF apreendeu 566,63 m³ de madeira transportada ilegalmente. Até o dia 19/11 do corrente ano, o número apreendido já é 2,7 vezes maior que todo ano de 2019, um total de 1.554,95 m³ de madeira transportada ilegalmente foram apreendidos.

Com base nos documentos ambientais e informações dos condutores dos veículos, a maior parte da madeira apreendida é extraída da região amazônica, principalmente do Estado do Pará, e tem como destino as regiões Centro-Oeste e Nordeste do Brasil.

Fonte Por: Redação Fonte: Alessandro Ferreira | Agência Tocantins
Crédito de imagem: Caminhão e a carga foram apreendidos pela PRF e estão à  disposição da Polícia Militar Ambiental – Foto: Divulgação/PRF


error: Conteúdo Protegido