Assista-nos ao vivo as 13:30 de segunda a sexta, na TV Portal Microfone Verdade
Escute online agora



A força popular que fez Ronivon Maciel (PSD) prefeito de Porto Nacional diante de dois adversários fortíssimos, não refletiu proporcionalmente entre seus aliados postulantes à Câmara Municipal. O que mostra de forma mais latente a grande popularidade do futuro gestor.

Dos 15 edis que comporão o legislativo portuense a partir de 2021, apenas quatro foram eleitos para compor a futura bancada de situação. Dentre eles, somente Adael Oliveira pertence à mesma legenda de Ronivon.

Por incrível que pareça, o Republicanos do vice-prefeito Joaquim do Luzimangues, conseguiu preencher duas vagas com duas mulheres: a esposa dele, Joelma do Luzimangues; e Rosângela Mecenas.

O quarto integrante do grupamento político do novo prefeito é Firmino Rocha, que foi eleito pelo PSL.

Joaquim venceu na proporcional

O atual prefeito de Porto Nacional, Joaquim Maia (MDB) ficou em terceiro lugar na disputa pelo paço, mas, seu grupamento político elegeu seis vereadores e ficará com a maior bancada. São eles: Geylson e Jefferson do MDB; João Justino (PROS); Pim e Tenente Salmon Pugas (DEM); e Charles Souza (PT).

Otoniel em segundo lugar

Com 5 edis entre os 15 da próxima legislatura, o ex-prefeito Otoniel Andrade ficou na segunda posição. Os partidos aliados à sua postulação elegeram Tony Andrade, Janes Cleiton e Gustavo do Minibox pelo PTB; e Soares Filho e Gilian Fraga pelo SD.

 

***


error: Conteúdo Protegido