Assista-nos ao vivo as 13:30 de segunda a sexta, na TV Portal Microfone Verdade
Escute online agora



Quatro desaparecimentos em rios do estado foram registrados pelo Corpo de Bombeiros do Tocantins no último fim de semana. Os afogamentos ocorreram em Peixe, Itacajá, Taguatinga e Xambioá. Os corpos de duas vítimas foram encontrados e os militares seguem as buscas pelas demais. Segundo balanço parcial, até outubro, outras 64 pessoas morreram vítimas de afogamento no estado em 2020.

O primeiro caso ocorreu sábado (7) no Rio Palmas, que fica na zona rural de Taguatinga, próximo da Praia Bela e da Ponte da Depasa. A região está a 457 quilômetros de Palmas. Os mergulhadores da 2ª Companhia/3º Batalhão foram chamados após relatos de que Romilson Bispo de Deus, 30 anos, desapareceu quando tentou atravessar o rio a nado.

Testemunhas informaram que o rio estava cheio e a vítima transportava uma mochila nas costas. O corpo foi encontrado a aproximadamente 100 metros abaixo do local onde desapareceu, a cinco metros da margem e a um metro de profundidade.

Peixe

Os bombeiros também estão fazendo buscas para localizar o jovem Wabio Francisco do Prado Teles, 28 anos, que desapareceu no rio Santa Tereza, em Peixe, no sul do estado. O local do desaparecimento fica na zona rural, a cerca de 20 quilômetros da cidade.

Os mergulhadores do 3º Batalhão de Bombeiros foram informados sobre o desparecimento no fim da tarde de domingo (8) e iniciaram as buscas na manhã desta segunda-feira (9). Segundo informações, Wabio estava nadando afastado da margem, quando desapareceu.

Itacajá

Outro afogamento foi registrado em Itacajá, 279 quilômetros de Palmas, na região central do Estado. O desaparecimento ocorreu por volta do meio-dia deste domingo (8) no Rio Manoel Alves Pequeno.

Os bombeiros informaram que o desaparecimento ocorreu em um importante ponto turístico e de lazer da cidade. A vítima é Celso Rocha da Silva, 43 anos.

Testemunhas contaram que o homem começou a se afogar logo depois de entrar na água, a cerca de três metros da margem, em um ponto conhecido como remanso do Liader.

Os bombeiros informaram que nessa região o rio tem uma média de seis metros de profundidade e pouca correnteza. Um amigo de Celso teria tentado socorrê-lo, mas sem sucesso. As buscas pela vítima ainda estão sendo realizadas.

O último caso foi registrado em Xambioá, no norte do Tocantins. Não há muitas informações sobre o caso, mas os bombeiros informaram que o afogamento ocorreu em um rio na zona rural durante o final de semana. O corpo foi localizado e levado para São Geraldo (PA), onde a vítima vivia.

Fonte Por: Alessandro Ferreira Fonte: Redação | Agência Tocantins
Crédito de imagem: Equipe do Corpo de Bombeiros ainda fazem buscas por duas vítimas ‘” Foto: Bombeiros/Divulgação


error: Conteúdo Protegido