Assista-nos ao vivo as 13:30 de segunda a sexta, na TV Portal Microfone Verdade
Escute online agora



Um homem foi peso pela Polícia Federal nessa sexta-feira (06) em Araguaína, na região norte do Tocantins, suspeito de ser o cabeça de um esquema de distribuição de drogas para as regiões norte e nordeste do Brasil. De acordo com informações apuradas pela Agência Tocantins, o grupo supostamente utilizava diversas aeronaves para levar cargas de cocaína pelos estados do Pará, Tocantins e Piauí, entre outros.

A investigação faz parte da operação chamada de “Esquadrilha Abutre”, desencadeada pela PF. A Polícia Federal não informou o nome do suspeito, mas disse que ele é conhecido pela alcunha de “Cabeludo”.

Ainda segundo a PF, o grupo liderado pelo homem, supostamente, transportava cocaína da fronteira do Brasil com a Bolívia no estado de Rondônia para uma fazenda localizada em São Félix do Xingu (PA). Depois, a droga seguia em veículos para outros estados.

A prisão aconteceu após o suspeito viajar de Araguaína para Rondônia em uma aeronave. A Polícia Federal então começou a monitorar os passos do homem, que teria pousado com as drogas na fazenda do Pará durante a última semana.

Segundo a PF, após o transporte aéreo ele ainda fez o papel de batedor para o deslocamento de uma carga de 815 kg de cocaína. A droga foi apreendida pela Polícia Militar em Tucumã (PA), na madrugada da última quinta-feira (5), dentro de uma caminhonete.

A Polícia Federal continuou a investigação e localizou o suspeito no momento em que ele chegava em uma casa em Araguaína, nesta sexta-feira (6). O suspeito ainda apresentou um nome falso, mas foi identificado e preso em cumprimento a um mandado de prisão preventiva.

Traficante que transportava R$ 100 milhões em drogas fura blitz policial e é morto no sul do Pará – Foto: Divulgação/Pebinha de Açúcar 

Condenado

A PF informou que em 2019 o suspeito foi alvo de outra operação que investigava o tráfico de drogas por meio de aeronaves – a operação Cardeal. Os investigadores apuraram que o esquema criminoso utilizavam seis aeronaves e pelo menos 15 veículos.

O homem, inclusive, foi condenado a 40 anos de prisão por tráfico de drogas, mas estava foragido.

As investigações da Operação Esquadrilha Abutre continuam para identificação de demais envolvidos.

Carregamento de cocaína apreendido pela PM no estado do Pará - Foto: Divulgação/Pebinha de Açúcar
Carregamento de cocaína apreendido pela PM no estado do Pará – Foto: Divulgação/Pebinha de Açúcar 

 

 

Fonte Por: Alessandro Ferreira Fonte: Redação | Agência Tocantins
Crédito de imagem: Carregamento de cocaína apreendido pela PM no estado do Pará – Foto: Divulgação/Pebinha de Açúcar


error: Conteúdo Protegido