Assista-nos ao vivo as 13:30 de segunda a sexta, na TV Portal Microfone Verdade
Escute online agora



Ascom/ Campanha Eleitoral

“Quando assumimos a prefeitura de Porto Nacional a saúde estava vivendo uma grande crise gerada pelo abandono e descompromisso da administração anterior. Das 15 Unidades Básicas de Saúde (UBS) da cidade, apenas quatro estavam funcionando pela boa vontade dos servidores que prestavam o serviço de forma precária, sem condições de atendimento, pois faltavam médicos, enfermeiros e material. Lembro também que somente a UBS do Jardim Querido contava com médico efetivo”, relata Joaquim Maia, candidato à reeleição à prefeito de Porto Nacional.

Joaquim investiu em equipamentos e mobiliários.

Joaquim conta que após se deparar com o caos da saúde, iniciou imediatamente o trabalho de recuperação para prestar atendimento de qualidade para a população. Para isso reformou e ampliou a Unidade de Pronto Atendimento (UPA); criou o serviço de Emergência em Saúde Bucal 24 horas; revitalizou o Centro de Especialidades Médicas (Ceme); ampliou as 15 Unidades Básicas de Saúde; reformou o Centro de Especialidades Odontológicas e adquiriu novos equipamentos; criou a Unidade Mista de Saúde em Luzimangues, com atendimento 24 horas; modernizou o Serviço de Assistência Especializada (SAE); implementou o Centro de Assistência Psicossocial Álcool e Drogas (CAPS). Com tanto trabalho comprovado, a excelente gestão de Joaquim na saúde teve grande reconhecimento, sendo premiada em 1o lugar no Estado em Saúde Bucal na Atenção Básica e nacionalmente também em 1º lugar na premiação na Mostra Brasil Aqui Tem SUS.

As 15 Unidades Básicas de Saúde (UBS) foram reformadas e ampliadas.

Teresinha de Jesus, moradora do setor Irmã Edila, fala que a estrutura física e os atendimentos das UBS melhoraram. “Os postinhos foram reformados e ampliados e isso foi muito bom, pois aqui em casa todos usam os serviços saúde do município e funciona muito bem, nunca faltou médico. Com os outros prefeitos sempre faltava e depois do Joaquim o postinho nunca ficou sem”, agradeceu.

Joaquim criou o serviço de Emergência em Saúde Bucal 24 horas.

Para os próximos anos, Joaquim irá ampliar o acesso às ações e serviços de saúde aumentando número de profissionais nos serviços de atenção básica do município, expandindo o atendimento da Rede de Atenção Psicossocial por meio da articulação dos Centros de Atenção Psicossocial – CAPS II e CAPS AD III e do Ambulatório Infanto-Juvenil. Em Luzimangues será construída mais uma Unidade de Saúde Básica, um laboratório de análise clínicas e um ambulatório de especialidades médicas no distrito.

Fotos: Ascom/ Campanha Eleitoral

 

 

***

 

 


error: Conteúdo Protegido