Assista-nos ao vivo as 13:30 de segunda a sexta, na TV Portal Microfone Verdade
Escute online agora



No último dia 23 a Universidade Federal do Tocantins – UFT celebrou os 20 anos aprovação da Lei n° 10.032 que criou a universidade. Em alusão à essa data tão especial para o Tocantins, o deputado Ricardo Ayres (PSB) usou a tribuna, na manhã desta terça-feira, 27, para prestar homenagem pelas duas décadas de existência instituição, possibilitando formação superior para a população e fomentando pesquisa e desenvolvimento para o Estado.

Ayres destacou a importância da UFT para o Tocantins, ofertando mais de 50 cursos de graduação, 28 especializações, 33 cursos de pós-graduação, e que atualmente é canal de formação superior de mais de 14 mil estudantes. Ricardo ainda discorreu sobre a sua relação intrínseca com a universidade, onde fez parte do movimento que levou a conquista da implementação da UFT no Tocantins.

A sessão contou com a participação, por vídeo, de grandes protagonistas dessa história de conquistas, como do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, o ex-deputado federal Paulo Mourão, o deputado estadual e ex-secretário Eduardo Siqueira Campos, o reitor Luiz Eduardo Bovolato, o ex-senador Carlos Patrocínio, e os líderes estudantis da época, Élson Paranaguá e Orion Milhomem.

O ex-presidente, Fernando Henrique Cardoso, responsável pela sanção da Lei de criação da UFT, relatou sua relação de familiaridade com o Tocantins, através do seu avô que foi governador do Goiás, antes da separação do Tocantins. O presidente falou sobre seu compromisso em garantir aos jovens tocantinenses uma formação superior próxima da sua terra e comentou sobre a alegria em poder fazer parte dessa história.

O reitor da UFT, professor Luiz Eduardo Bovolato, ressaltou a luta coletiva como agente de garantia dessa conquista “vale destacar, especialmente o papel tomado nesse contexto pelo movimento S.O.S Unitins, que a partir da luta desse jovens sonhadores e idealizadores que com muita dedicação e empenho conseguiram sensibilizar o Governo Federal, MEC e Governo do Estado, para garantir a criação da nossa universidade”, destacou o reitor.

Paulo Mourão, ex-deputado federal, relator da lei de criação da UFT relembrou a importância histórica desse movimento para o Estado. Ele também destacou a articulação que envolveu parlamentares, gestores e o movimento estudantil, com liderança do deputado Ricardo Ayres, na construção de um relatório substitutivo. Segundo ele, um documento construído democraticamente com todos os agentes, garantindo assim um sistema multicampi e a abrangência da UFT para todo Estado.

O deputado estadual Eduardo Siqueira Campos, secretário de Governo no ano da criação da UFT, destacou a importância do movimento S.O.S Unitins, pela conquista da universidade federal, que deu voz ao anseio dos tocantinenses e com um movimento grevista muito bem articulado e amplo, garantiu a instituição da UFT.

Ricardo relembrou a luta, da qual fez parte, de mais de oito meses, entre greve, paralisação e manifestações para a conquista de uma universidade federal no estado, o deputado encerrou parabenizando: “Parabéns UFT, parabéns Tocantins por ter uma instituição com tamanha relevância, e que se propõe ser grande, do tamanho das inspirações do nosso povo”, concluiu.

 

Fonte Por: Alessandro Ferreira Fonte: Assessoria Parlamentar
Crédito de imagem: Na tribuna Ayres falou sobre sua participação no movimento de criação da UFT – Foto: Divulgação/Dicom/AL


error: Conteúdo Protegido