Assista-nos ao vivo as 13:30 de segunda a sexta, na TV Portal Microfone Verdade
Escute online agora



O juiz da 2ª Zona Eleitoral, Nilson Afonso da Silva, negou nessa quinta-feira (15), um pedido feito pela coligação do candidato de Gurupi, Gutierres Torquato (PSB), para obter direito de resposta e retirar do ar um vídeo em que a candidata Josi Nunes (PROS) denuncia compra de votos por gasolina feita por adversários.

Na representação, Gutierres disse que o vídeo possui conteúdo calunioso e difamatório, caracterizando propaganda eleitoral negativa contra a sua candidatura. Ocorre que o vídeo não faz menção a nenhum dos candidatos a prefeito.

Ao negar o direito de resposta, o juiz afirma que o vídeo “somente faz referência a doação de combustível para campanha e de forma genérica opina sobre a prática de compra de votos em troca de benefícios, tanto que em nenhum momento fez menção ao nome do candidato representante ou de sua coligação”.

CONTEÚDO DO VÍDEO

No vídeo, a candidata Josi Nunes faz a seguinte denúncia: “Gurupi assistiu indignada, cenas de filas quilométricas de veículos para ganhar combustível doado por uma campanha. Uma antiga prática de compra de votos que a população não aceita mais, pois, o político que gasta fortunas em campanha eleitoral vai querer esse dinheiro de volta se ganhar as eleições, e, com certeza vai tirar da Saúde da educação e dos demais serviços públicos, enfim, vai tirar do povo. A população já demonstrou que não aceita mais essas velhas práticas políticas de compra de apoio em troca de benefícios. O combustível da nossa campanha é a sola do nosso sapato, é a caminhada, a visita em cada bairro, de casa em casa, ouvindo a nossa população, apresentando as nossas propostas. E, assim que vamos seguir nossa campanha com ética com respeito apresentando propostas sérias para nossa população para fazer em Gurupi uma gestão comprometida com as necessidades do nosso povo. Chegou a hora de Gurupi dar um basta nessas férias práticas políticas, e começar a construir um novo tempo em nossa cidade de honestidade de respeito e de compromisso com a população”.

 

Fonte: AFNoticias
Crédito de imagem: Caso ocorreu em Gurupi, a terceira maior cidade do Tocantins / Foto: Imagem ilustrativa


error: Conteúdo Protegido