Escute a rádio online agora:

Ascom/ Campanha Eleitoral

“Enquanto muitos só prometeram, eu estou fazendo a construção do Portal Sul da entrada da cidade. Quando assumi a prefeitura, uma das reclamações da população era a falta de referência para quem chegava a Porto Nacional pela rodovia. Os visitantes entravam e saiam sem conseguir identificar em qual cidade estavam. Mas isso mudou quando construímos o Portal Norte, uma bela obra que, além de sinalizar a chegada à Porto Nacional, faz alusão ao Centro Histórico da cidade, com características da Catedral Nossa Senhora das Mercês. Agora iremos construir o Portal Sul e revitalizar toda a entrada da cidade. Já desapropriamos consensualmente os bares e casas que ficavam às margens da rodovia e estamos demolindo essas edificações para iniciar mais uma obra que orgulhará os portuenses. Isso é Porto andando pra frente”, ressaltou o candidato a reeleição a prefeitura de Porto Nacional, Joaquim Maia.

Demolição das edificações para iniciar a construção do Portal Sul de entrada da cidade.

O gerente de fazenda, Humberto Barreira, estava passando pelo o local que será construído o Portal Sul e afirmou que os portais de entrada fazem a cidade ficar mais bela. “Essa entrada era feia demais, essa obra vai melhorar a cidade e a entrada vai ficar muito bonita, dando outra vista para a cidade. O trabalho do prefeito está sendo muito elogiado por todo mundo. O prefeito Joaquim Maia está de parabéns”, afirmou o gerente.

A moradora do setor Imperial que tem casa próxima ao local que está sendo construído o Portal Sul, Teresa Pereira, falou sobre a valorização do bairro com a construção do Portal. “A esperança é que o Portal vai melhorar muito o nosso setor, com a saída dos bares que ficavam aqui na vizinhança ficou tudo bem mais sossegado, acaba que dá mais valor para as nossas casas e cidade vai ficar mais bonita para nós que moramos e para quem vai chegar”, comemorou a moradora.

O pedreiro Janildo Alexandre é uma das 20 pessoas que tinha imóvel irregular na área pública e que aceitou a desapropriação com indenização. “Com o valor pago pela prefeitura já estou construindo uma nova casa toda regularizada e com documentação”, contou o pedreiro.

Janildo Alexandre é uma das 20 pessoas que aceitou a desapropriação com indenização.

Desapropriação consensual

Para a construção do Portal Sul, 20 imóveis que ficavam às margens da rodovia em área pública foram desapropriados. Os valores dos imóveis foram avaliados considerando o zoneamento urbano e os valores aferidos no mercado imobiliário, além do valor linear de área construída declarado na tabela Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado do Tocantins (Sinduscon-TO) de janeiro de 2019.

Portal Norte marcando a entrada da cidade, uma obra que dá orgulho para os portuenses.