Assista-nos ao vivo as 13:30 de segunda a sexta, na TV Portal Microfone Verdade
Escute online agora



Por Patrícia de Paiva – Governo do Tocantins

Pouco mais de 24 horas depois da Operação Capitidra que flagrou um casal e apreendeu mais de 17 quilos de drogas, a Polícia Civil do Tocantins interceptou cerca de 30 quilos de maconha na madrugada desta quarta-feira, 7, em Gurupi, região sul do Estado.

Coordenada pela 1ª Divisão Especializada de Repressão a Narcóticos (1ª Denarc) de Palmas e em parceria com a 8ª Divisão Especializada de Repressão ao Crime Organizado (8ª DEIC de Gurupi) e com o Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público Estadual do Tocantins (MPE-TO), a operação prendeu também um homem apontado como suposto transportador da droga.

A prisão do suspeito foi efetuada pela equipe da 8ª DEIC de Gurupi que fez a interceptação do ônibus em que ele estava. O Auto de Prisão em Flagrante foi lavrado em Gurupi. O suspeito já está à disposição do Poder Judiciário e vai responder pelo tráfico interestadual de drogas e organização criminosa.

Conjunto

De acordo com o delegado-chefe da 1ª DENARC, Enio Walcácer de Oliveira Filho, a investigação foi cruzada entre 1ª Denarc, que apura crimes de tráfico interestadual de drogas, e Gaeco, que apura sobre organizações criminosas. O trabalho conjunto permitiu identificar que haveria uma remessa de drogas oriundas do Mato Grosso do Sul que seriam distribuídas na cidade de Palmas e região. O Delegado informou que o melhor ponto para abordagem seria em Gurupi. Foi, então, que Policiais Civis montaram uma barreira na BR -153 e aguardaram o ônibus em que o suspeito estava.

A investigação cruzada apontou ainda que a droga foi encomendada por uma organização criminosa que atuava no tráfico interestadual de drogas.  As operações cruzadas entre a Denarc e Gaeco que redundaram na parceria foram as operações Hidra de Lerna da Denarc, que visam o combate ao tráfico de drogas, e a operação Collapsus do Gaeco que investiga o crime organizado no Tocantins.

DELEGADO ÊNIO WALCÁCER EXPLICA DETALHES DA OPERAÇÃO

 

IMAGENS: Dicom/SSP-TO


error: Conteúdo Protegido