Assista-nos ao vivo as 13:30 de segunda a sexta, na TV Portal Microfone Verdade
Escute online agora



Por demérito? Por egoísmo? Por negociatas?

Pelo que a gente observa a cada época de eleições, o preenchimento desse cargo eletivo soa mais como escambo em eventuais composições. Para tanto, em todos os grupamentos, geralmente, essa definição ocorre já no período das convenções ou ao final do prazo delas.

Hoje (30/08), poucas horas antes da abertura do prazo das convenções, em Porto Nacional já se ouve falar intensamente nos nomes que sonham com a chefia do executivo, entretanto, os respectivos coadjuvantes, ainda não se tem ideia de quem são.

Tem partido, como o PDT, com dois pretendentes à prefeitura e ninguém fala no virtual vice. Aliás, desta legenda ainda não ouvi falar nem em pré-candidato a vereador.

PSD e REPUBLICANOS conversam, conversam… e seus cabeças querem a cabeça de chapa.

Com pré-candidatos a prefeito definidos há algum tempo, enumeramos PTB (Otoniel), PSL (Cap. Diógenes) e MDB (Joaquim Maia), sendo que este último já conta com o apoio declarado de mais cinco legendas: DEM, PROS, PT, PATRIOTA e PODEMOS.

Mesmo com esse grupão, a composição liderada pelo atual prefeito ainda não tem vice definido, mas, está em situação confortável com muitas opções e nada de ambições.

As convenções poderão ser realizadas até 16 de setembro. Está perto de se saber, finalmente, quem serão os pré-candidatos a vice.

 

Aurivan Lacerda

Da Redação 


error: Conteúdo Protegido